Economia

Produção industrial cresce e deixa perdas para trás

Produção industrial cresce e deixa perdas para trás
Patamar está 0,2% acima do registrado em fevereiro. Crédito da foto: Divulgação GM

A produção industrial avançou 2,6% em setembro na comparação com agosto, o quinto mês seguido de alta, deixando para trás as perdas com a Covid-19, informou ontem o IBGE. De maio a setembro, a indústria avançou 37,5%, eliminando o recuo acumulado apenas em março e abril, quando o setor enfrentou o auge da crise causada pela pandemia, com medidas de isolamento que fecharam as fábricas e seguraram o consumo. Agora, o nível da produção está 0,2% acima do registrado em fevereiro.

Para economistas, os dados confirmam a retomada da economia no terceiro trimestre, mas o IBGE alertou para incertezas em torno da continuidade do crescimento. Se a retomada recente eliminou as perdas da pandemia, não bastou para recuperar o desempenho negativo dos últimos anos: o nível da produção ainda está 15,9% abaixo do máximo, atingido em maio de 2011. “Ainda falta todo um espaço importante para zerar perdas do passado. Todo esse crescimento (recente) serviu para zerar a queda do ano de 2020”, afirmou André Macedo, gerente da Pesquisa Mensal Industrial – Produção Física do IBGE. (Estadão Conteúdo)

Comentários