Economia

Prévia da inflação tem alta de 0,93%

Prévia da inflação tem alta de 0,93%
Preços dos combustíveis impactaram IPCA-15 de março. Crédito da foto: Fábio Rogério / Arquivo JCS (5/9/2018)

A alta nos preços dos combustíveis acelerou a prévia da inflação oficial no País em março. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) subiu a 0,93%, o maior resultado para o mês desde 2015, informou ontem o IBGE.

A taxa acumulada em 12 meses acelerou a 5,52% em março, a mais elevada desde janeiro de 2017, superando o teto de 5,25% da meta de inflação perseguida pelo Banco Central.

A taxa ainda deve subir a quase 8% em junho, mas arrefecer ao fim do ano a um patamar entre 4,4% e 5,3%, prevê o professor Luiz Roberto Cunha, decano do Centro de Ciências Sociais da PUC-Rio. O movimento já é esperado por especialistas, por isso não deve mudar as expectativas em torno da política monetária, disse o economista, que projeta mais uma alta de 0,75 ponto porcentual na taxa básica de juros, a Selic, para 3,5% ao ano, na próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, em maio. Na reunião de março, já houve uma elevação de 0,75 ponto porcentual na Selic, para 2,75% ao ano.

Leia mais  Presidente do BC: alta da inflação é temporária

“Aumentar em 1,5 ponto porcentual a Selic em duas reuniões já é muito. O Banco Central está fazendo um bom trabalho sozinho, mas ele tem que olhar o resto, para ver se está muito deteriorado. Não adianta subir o juro muito mais forte, porque vai atrapalhar a recuperação da economia”, avaliou Cunha. (Estadão Conteúdo)

Comentários