Economia

Petróleo fecha em alta com estímulo de mais vacinas

Petróleo fecha em alta com estímulo de mais vacinas
Crédito da foto: Divulgação Petrobras

O petróleo fechou em alta na sexta-feira (12), recuperando-se do pregão anterior, marcado pela realização de lucros após oito sessões seguidas de ganhos e por relatórios da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e da Agência Internacional de Energia (AIE) que apontaram para uma demanda global pelo óleo mais fraca em 2021.

Após caírem durante boa parte do dia, os contratos firmaram alta com a interrupção de um movimento de realização de lucros entre investidores. A pandemia da Covid-19 e a evolução da vacinação ao redor do mundo também permanecem no radar do mercado.

O petróleo WTI com entrega prevista para março avançou 2,11% (US$ 1,23), a US$ 59,47 o barril, na New York Mercantile Exchange (Nymex). Na semana, o barril do WTI teve alta de 4,60%. Já o Brent para abril fechou em igual avanço diário, de 2,11% (US$ 1,29), cotado a US$ 62,43 o barril, na Intercontinental Exchange (ICE), com avanço semanal de 5,20%.

Leia mais  Petrobras anuncia maior reajuste nos combustíveis do ano

Apesar dos relatórios da Opep e AIE na quinta, o mercado tem visto com otimismo a perspectiva de recuperação da demanda global da commodity energética em 2021, avalia a Capital Economics em relatório. Diante deste movimento, a casa revisou sua projeção para o preço do WTI ao fim do ano de US$ 60 para US$ 70 o barril. A Capital prevê uma retomada das atividades nos setores de viagens e hospitalidade apoiada pela vacinação em massa a partir do segundo semestre de 2021. (Estadão Conteúdo)

Comentários