Economia

Gás de cozinha sobe 4,4% a partir desta quinta

Folhapress

A Petrobras anunciou nesta quarta-feira (4) reajuste de 4,4% no preço do gás de cozinha vendido em botijões de 13 quilos, mais usado por consumidores residenciais. Os novos preços entram em vigor nesta quinta (5).

Segundo a estatal, o aumento reflete a desvalorização do real frente ao dólar, que acumula 16% nos últimos três meses, e a elevação das cotações internacionais de 22% no mesmo período.

O gás vendido em botijões de 13 quilos é reajustado a cada três meses, segundo política iniciada em janeiro com o objetivo de tentar suavizar o repasse ao consumidor das variações das cotações internacionais.

Esse foi o primeiro aumento desde que a periodicidade trimestral de reajustes foi implantada -em janeiro, houve queda de 5% e em abril, de 4,4%.

De acordo com a Petrobras, após o aumento desta quinta, o preço do gás ficará ainda 5,2% inferior ao praticado em dezembro.

A alta no preço do gás em 2017 levou cerca de 1,2 milhão de residências brasileiras a adotar combustíveis alternativos como a lenha e o carvão para cozinhar alimentos, de acordo com pesquisa divulgada pelo IBGE em abril.

Leia mais  Petrobras aumenta preço do gás natural para distribuidoras em 39%

O aumento incide sobre o preço de refinaria, que passará a ser, em média, R$ 23,10. O preço pago pelo consumidor inclui ainda impostos e margens de lucro de revenda e distribuição.

Comentários