Cultura

Vagão restaurado se transforma em sala de cinema em Votorantim

A sessão de estreia será com o longa “O morro dos ventos uivantes”, de 1939, com início às 19h30
Vagão restaurado se transforma em sala de cinema em Votorantim
O carro de passageiros modelo Budd 500 fez parte do Trem Luxo da Estrada de Ferro Sorocabana (EFS). Crédito da foto: Divulgação

Com o propósito de promover uma viagem por clássicos do cinema, Votorantim recebe nesta quinta-feira (31) a estreia do projeto Cine-Vagão, que terá sessões gratuitas dentro de um antigo vagão de trem, na avenida Luiz do Patrocino, ao lado da Igreja Presbiteriana. A sessão de estreia será com o longa “O morro dos ventos uivantes”, de 1939, com início às 19h30. É preciso chegar com uma hora de antecedência para retirar o ingresso, já que há o limite de 50 lugares.

Leia mais  Municípios devem receber ferrovia para operação da Maria-Fumaça

 

A iniciativa, da jornalista votorantinense Juliane Cristine de Almeida, foi contemplada no edital do Fundo Municipal de Cultura (FMC), da Secretaria de Cultura, Turismo e Lazer (Sectur), e é realizada em parceria com a Associação Movimento de Preservação Ferroviária do Trecho Sorocabana, responsável pela cessão do vagão e da locomotiva e que o conduz, pela linha da antiga Estrada de Ferro Elétrica Votorantim (EFEV), até os locais da sessão.

Além da Avenida Luiz do Patrocínio, a programação prevê sessões no cruzamento da rua Carmem com rua Alexandre Tonche, no Jardim Archila, na confluência da rua Raphael Parri com avenida Reverendo José Manoel da Conceição, no bairro Angelo Vial e na passagem de nível da rua Fernando Arcuri Junior, no bairro Protestantes.

De acordo com o projeto, serão quinze sessões, realizadas duas vezes por mês, sempre às quintas-feiras, até 21 de maio de 2020, dentro de um carro de passageiros — modelo Budd 500, construído nos Estados Unidos em 1951 para o Trem Luxo da Estrada de Ferro Sorocabana (EFS). Esse foi restaurado e equipado internamente com uma sala de cinema, dotada de projetor, sistema de som e gerador para funcionamento dos equipamentos.

Os títulos selecionados para o projeto Cine-Vagão são todos clássicos do cinema entre 1930 a 1960 que, segundo o projeto, também foram os anos do auge do transporte ferroviário no Brasil.

Após “O morro dos ventos uivantes”, a programação do projeto prosseguirá com os seguintes títulos: “E o vento levou”, de 1939; “Cidadão Kane”, de 1941; “O corcunda de Notre Dame”, de 1939; “Casablanca”, de 1942; “A marca do Zorro”, de 1940; “Tempos modernos”, de 1936; “King Kong”, de 1933; “A fuga de Tarzan”, de 1936; “Mogli: O menino lobo”, de 1942; “As aventuras de Robin Hood”, de 1938; “O mágico de Oz”, de 1939; “Metropolis”, de 1927; “A noite sonhamos”, de 1945; e “Querida Suzana”, de 1948.

O calendário das sessões pode ser consultado na página do projeto no Facebook (www.facebook.com/cinevagaovotorantim). (Felipe Shikama)

Comentários