Cultura

Sorocabanos podem participar de oficina gratuita de desenhos de observação

As inscrições para a atividade no Museu da Estrada de Ferro Sorocabana são gratuitas e as vagas são limitadas
Fachada do Museu da Estrada de Ferro Sorocabana. Crédito da foto: Erick Pinheiro (4/9/2018)

Pessoas com idade a partir de 15 anos podem participar nesta quinta-feira (29), das 10h às 13h, de uma oficina de desenhos de observação e histórias inventadas, com a artista visual Maria Radicce, no Museu da Estrada de Ferro Sorocabana (MEFS). A inscrição é gratuita e deve ser feita aqui. As vagas são limitadas.

Promovida pela Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo (Secultur), a oficina é uma contrapartida da artista Maria Radicce, que foi uma das vencedoras do Prêmio Prof. Flávio Gagliardi de Artes Visuais em 2017. O objetivo é instigar a ideia de memória real e a memória inventada, compreendendo que memorável é algo “que merece ser conservado na lembrança”, na qual podemos inventar um fato a partir de um objeto que nos é apresentado inusitadamente e detonar um resquício de particularidade pessoal.

Maria Radicce reside em Sorocaba desde 2012 e atua na cena cultural local desde então. Desenvolve trabalhos a partir de diversas linguagens, como desenho, fotografia e pintura. Participou de diversas exposições individuais e coletivas, entre elas o Prêmio Flávio Gagliardi 2017, que permitiu o desenvolvimento da oficina proposta.

A artista apresentará fotografias de diversos objetos do Museu da Estrada de Ferro Sorocabana e a “origem” de cada um deles descrita em cartas separadas em envelopes. Cada participante escolherá um envelope e encontrará a “história” de um desses objetos. Caberá ao participante desenvolver desenhos do objeto referido e se debruçar sobre as informações fornecidas, criando uma narrativa.

Leia mais  Correios de Sorocaba recebem mais de 900 cartas de Natal

 

Numa outra etapa da oficina, os participantes deverão devem levar objetos particulares e as pessoas serão organizadas em pares para buscar as possíveis relações entre os significados e paralelos de cada objeto, desenvolvendo um trabalho em conjunto. O desfecho da oficina se dará com uma conversa sobre o processo de criação e mostra dos trabalhos desenvolvidos.

De acordo com a Secultur, é solicitado aos participantes que levem prancheta de desenho. Os demais materiais de desenho também podem ser levados, ficando a critério de cada um. Será ofertado papéis, lápis, carvão e canetas.

O MEFS está localizado na rua Álvaro Soares, 533, no Jardim Maylasky, em frente à Estação Ferroviária. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (15) 3231.1026. (Secom)

Comentários