Cultura

‘Pele negra, máscaras brancas’ é atração deste sábado (23) no Sesc

Espetáculo de dança faz reflexão sobre racismo e rituais de cura
‘Pele negra, máscaras brancas’ é atração hoje
Apresentação será no teatro do Sesc e é inspirada em livro de Frantz Fanon. Crédito da foto: Divulgação

O espetáculo de dança “Pele negra, máscaras brancas”, da Cia Treme Terra, será apresentado hoje, às 20h, no teatro do Sesc Sorocaba. Os ingressos, disponíveis até o fechamento desta edição, custam R$ 30 (inteira) e podem ser adquiridos na Central de Atendimento da unidade (rua Barão de Piratininga, 555, Jardim Faculdade).

Inspirado no livro de Frantz Fanon, escrito em 1952, a companhia criou essa peça de dança negra tomando como base estudos sobre as relações étnico-raciais no Brasil, a mitologia dos orixás e experiências pessoais dos artistas que integram o elenco.

Neste espetáculo, as cenas apresentam reflexões sobre racismo e rituais de cura inspirados nas manifestações dos terreiros de candomblé. O livro “Pele negras, máscaras brancas” também foi utilizado como principal material disparador para as composições coreográficas e musicais.

Os ingressos custam R$ 9 para credenciados no Sesc e dependentes (credencial plena), R$ 15 para aposentados (pessoas com mais de 60 anos), pessoas com deficiência, estudantes e servidores da escola pública com comprovante e R$ 30 (inteira). A classificação etária é 14 anos.

Nascida no Morro do Querosene e atualmente atuante no bairro Rio Pequeno, há 10 anos, a Cia Treme Terra vem desenvolvendo um trabalho na periferia da zona oeste de São Paulo, contribuindo para a descentralização da produção da música e dança contemporânea.

Durante todo este período, a companhia vem fomentando atividades de formação nas linguagens de dança e música, buscando promover a transdisciplinaridade e constituir um espaço de discussão, troca e pesquisa acerca da cultura negra em diálogo com a comunidade do entorno.

O espetáculo integra a programação do especial Iorubrá, do Sesc Sorocaba, que em novembro, mês da Consciência Negra, destaca ações que buscam a representatividade, a visibilidade e a equiparação das condições e oportunidades para os negros. (Da Redação)

Comentários