Cultura

Passeio aborda a história e os costumes da Vila Hortência

O bairro se consolidou com a chegada dos imigrantes espanhóis no final do século XIX
Passeio aborda a história e os costumes da Vila Hortência
O historiador José Rubens Incao guiou os interessados num trajeto entre as ruas Newton Prado e Nogueira Padilha. Crédito da foto: Erick Pinheiro

Várias pessoas acompanharam sábado (30) o passeio guiado pelo historiador José Rubens Incao, pelo tradicional bairro da Vila Hortência. O evento, que fez parte do projeto Passeios Culturais, realizado pela Prefeitura de Sorocaba por meio da Secretaria de Cultura e Turismo (Secultur) e da Biblioteca Infantil Municipal, aconteceu entre 15h e 17h, passando por alguns pontos mais conhecidos, como a Igreja de Bom Jesus e o Ginásio Municipal de Esportes, num trajeto entre as ruas Newton Prado e Nogueira Padilha.

Entre os participantes estavam os professores de Geografia e História, respectivamente Vanessa de Souza Palomo e Tiago Watanabe, ambos do Instituto Federal de São Paulo (IFSP), campus Sorocaba. Nascidos em outras cidades, ela vinda de Araçatuba e ele de Bauru, os dois professores consideram importante conhecer a história de Sorocaba. E por isso, a professora, bem como a estudante Nathália Caroline Rosa, faziam anotações das informações passadas pelo historiador, que anunciou para 27 de abril o passeio pelo cemitério da Saudade, que fica na divisa entre a Vila Santana e a Vila Carvalho. Para participar, os interessados precisam ter 12 anos de idade e se inscrever, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, pelo telefone (15) 3231-5723. As vagas são limitadas.

O bairro

Passeio aborda a história e os costumes da Vila Hortência
Tiago Watanabe, Vanessa de Souza Palomo e Nathália Caroline Rosa participaram da atividade. Crédito da foto: Erick Pinheiro

A Vila Hortência surgiu do loteamento de duas grandes fazendas, sendo a do Quinzinho de Barros e a Chácara Amarela, tendo o então Caminho dos Morros, que é a rua Nogueira Padilha, como divisor. Trata-se de um dos primeiros bairros de Sorocaba e preserva em suas ruas e personagens, importante parcela da história e costumes da cidade. O bairro se consolidou com a chegada dos imigrantes espanhóis no final do século XIX.

 

Essa e outras informações passadas por José Rubens são baseadas no projeto “Sorocaba: Uma história ilustrada”, realizado pelos historiadores Adolfo Frioli e Geraldo Bonadio, e também no livro “Os espanhóis”, de autoria de Sérgio Coelho de Oliveira. (Adriane Mendes)

Comentários