Cultura

Marco Amaro inaugura três novos espaços

Trabalhos chegam para compor mostra permanente, que funciona na antiga Fábrica São Pedro, em Itu
Fundação nasceu com o objetivo de disseminar a arte contemporânea brasileira. Crédito da foto: Divulgação.

A Fábrica de Arte Marcos Amaro (Fama), em Itu, inaugura amanhã mais três espaços expositivos com trabalhos de nomes expoentes e em ascensão da cena artística do país. O espaço é mantido pela Fundação Marcos Amaro (FMA), que tem como objetivo disseminar a arte contemporânea brasileira. Os novos trabalhos expandem a mostra permanente “Frente, fundo, em cima, embaixo, lados. Volume, forma e cor: o tridimensional na coleção Marcos Amaro”, composta obras do acervo do colecionador, artista e galerista que dá nome à Fundação. A curadoria é de Ricardo Resende.
A instalação “Rumo ao caminho molhado”, uma espécie de portal de Tunga coabita o espaço da sala 3 junto à icônica tela “Fantasmagoria 20” (1978), de Iberê Camargo, “Homenagem a Farnese”, pintura da série “Semelhantes” (1980), de Siron Franco, e uma fotografia de Paul Setúbal.

Leia mais  “O Bem-Amado” chega ao streaming
Galpões e espaços da antiga fábrica agora sediam trabalhos de importantes artistas brasileiros. Crédito da foto: Divulgação.

Na Sala 4, estão os trabalhos “Senzala” (2011 – 2017), de José Resende, “Sem título”, de Amilcar Castro, e “Se vende” (2008) de Carmela Gross. Na Sala 5, são apresentados “Pássaro” (2015 – 2018), de coautoria de Laura Lima e Zé Carlos Garcia e “Pelo amor…” (2018), de Maria Nepomuceno. O antigo Galpão das Fardas da velha fábrica passa a abrigar obras dos artistas José Resende, Mário Cravo, Nicolas Vlavianos e Renata Lucas.

Inaugurada em agosto deste ano, a exposição já reúne mais de 50 trabalhos, entre pinturas, esculturas, relevos e instalações de artistas de gerações e influências distintas, do Barroco à contemporaneidade, passando ainda pelos modernistas.

 

Inaugurada em agosto deste ano, a exposição já reúne mais de 50 trabalhos. Crédito da foto: Divulgação.

Acervo

Com cerca de mil obras, a coleção de Marcos Amaro tem sido construída ao longo dos últimos dez anos. De lá para cá, o colecionador tem investido em obras dos mais importantes artistas, com foco maior nos brasileiros. São pinturas, esculturas e fotografias que, juntas, compõem um acervo potente e expressivo da arte brasileira.
Em 2012, o empresário criou a Fundação Marcos Amaro, instalando-se em Itu, na Região Metropolitana de Sorocaba (RMS). A sede tem como intuito permitir e fomentar a descentralização da arte.
A Fábrica de Arte Marcos Amaro está situada em uma área de 20 mil metros quadrados, onde no século 19 funcionou a Fábrica São Pedro, importante polo da indústria têxtil, com relevância histórica e cultural para a região.

Leia mais  Festival de Artes terá apresentações e formação gratuita

Serviço
Exposição Permanente da Fundação Marcos Amaro
Rua Padre Bartolomeu Tadei, 9, Itu.
De quarta-feira a domingo, das 10h às 17h
Entrada gratuita.

Comentários