Cultura

Girls Rock Camp Brasil ganha instituto em Sorocaba

Local sediará atividades frequentes de educação, música e arte para meninas e mulheres
Os acampamentos de férias do projeto acontecem em Sorocaba desde 2013, sempre nos meses de janeiro e julho. Crédito da foto: Reprodução Facebook

Um mutirão formado por apoiadores do projeto Girls Rock Camp Brasil, acampamento musical para meninas, tem transformado paredes e ambientes de um espaço que abrigará, em breve o Instituto Girls Rock Camp Brasil, na rua Humberto de Campos, 680, Jardim Zulmira. “A intenção é começar as atividades assim que terminar a reforma do prédio, após o Carnaval, entre o fim de fevereiro e começo de março”, afirma a guitarrista e socióloga Flavia Biggs, idealizadora do projeto.

Flavia lembra que as atividades do Girls Rock Camp Brasil são desenvolvidas em Sorocaba desde 2013 e todos esses anos foram usados espaços emprestados. “Fazíamos apenas nas férias, uma edição do Girls para meninas com idades de 7 a 17 anos no mês de janeiro e outra para mulheres acima de 21 anos, em julho”, relata.

Durante o resto do ano, conforme Flavia, ficava sempre um “gostinho de quero mais”. “A gente poderia fazer mais coisas. A própria comunidade falava sobre isso, então essa demanda nos impulsionou a batalhar por um local para poder desenvolver toda nossa potencialidade enquanto espaço de empoderamento de meninas e mulheres, fazer algo que pudesse atender essa a demanda durante o ano todo”, comenta.

Leia mais  Peça aborda o amor e respeito pelos animais

O Instituto irá oferecer aulas de instrumentos como guitarra, bateria, baixo, teclado e também de voz.“Queremos ampliar, oferecer outras expressões de arte como dança, teatro, literatura. O objetivo é atender toda a demanda de expressões artísticas e de educação, e ainda colocar esportes como karatê. O sonho é grande e vamos colocar isso em prática.”

Flavia adianta que este ano o acampamento de meninas será excepcionalmente em julho, por conta da sede própria, que ainda está sendo preparada para o atendimento. “Teremos mais sessões nas férias de julho, ainda veremos se três ou quatro, para atender toda a demanda. Geralmente muitas meninas ficam de fora porque não tem vaga.”

O imóvel, no Jardim Zulmira, está sendo preparado com materiais doados e trabalho dos voluntários. Crédito da foto: Divulgação

 

Doações

O Instituto está aceitando doações para a continuidade da reforma, como tinta para a parede, massa corrida e, principalmente, tinta para chão da cor cinza. “É o que mais estamos precisando”, afirma Flavia Biggs. “Também aceitamos doações de instrumentos musicais em bom estado.”

Flavia conta que muita gente está ajudando na reforma. “Como sempre nosso trabalho é voltado ao voluntariado, desde o início contamos com o apoio da comunidade. Temos um voluntariado maravilhoso, formado por pessoas que vêm do Brasil todo para ajudar. É uma rede muito legal e a cada ano aumenta”, afirma.

Leia mais  Alimento para a alma... e para o corpo também

A guitarrista ressalta que o Instituto está chegando a Sorocaba com muita vontade de colaborar com a comunidade, empoderar meninas, mulheres e dissidências. “Toda a comunidade é bem vinda pra chegar, conhecer o projeto e se envolver com a gente.”

Crédito da foto: Reprodução Facebook

 

Voluntariado

Interessados em colaborar com as atividades precisam ter disponibilidade de tempo e muita energia. O Instituto é aberto a todas as pessoas que queiram colaborar, desde que sejam maiores de 21 anos e, segundo Flávia, entendam e acreditem na missão do Girls Rock Camp Brasil.

É preciso, também, que os interessados coloquem a experiência positiva das crianças e adolescentes em primeiro lugar, assim como a segurança física e emocional das mesmas; sejam comprometidos e dedicados ao trabalho a ser realizado; que gostem e tenham facilidade de trabalhar em equipe; e sejam participativas.

Precisam estar presentes na hora certa, dispostas a participar plenamente, servir à missão do acampamento e estar verdadeiramente presente para as meninas, que sejam motivadas, com disposição e alegria para estimular, brincar e descontraí-las.

Leia mais  Macaulay e Brenda anunciam o 1º filho

É recomendável que não tenha nenhuma restrição ou grande dificuldade em lidar com crianças e adolescentes, sejam polivalentes, dispostas a realizar diversas atividades.

Para algumas das funções, há necessidade de conhecimento musical. Outras informações podem ser obtidas no site www.girlsrockcampbrasil.org, na página do Facebook, por e-mail contato@girlsrockcampbrasil.org ou pelo telefone (15) 99769-2563. (Daniela Jacinto)

Comentários