Cultura Mais Cruzeiro

‘Existo’, do sorocabano Bruno Menezes, aborda a cultura drag no interior

O curta-metragem será exibido na abertura do Intercom -- Sudeste, na Universidade Federal do Espírito, em Vitória
‘Existo’, do sorocabano Bruno Menezes, aborda a cultura drag no interior de SP
O ator André Sewaybricker já recebeu dois prêmios pelo trabalho. Crédito da foto: Divulgação

O curta-metragem “Existo”, dirigido pelo sorocabano Bruno César Oliveira Menezes, será exibido nesta segunda-feira (3), na abertura do Intercom — Sudeste, que acontece nesta semana na Universidade Federal do Espírito, em Vitória.

O Intercom é considerado um dos maiores congressos de comunicação do País. “É muito importante e gratificante, é um trabalho muito sincero e humano que trabalhamos duro durante um ano inteiro e ver tudo de bom que ele está conquistando nos deixa muito felizes. É incrível pra equipe toda poder ver seu trabalho sendo reconhecido e vendo o projeto ir pra frente”, comemora o diretor.

Produzido como trabalho de conclusão do curso de Cinema, pelo Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio (Ceunsp), em Salto, o filme aborda a cultura drag queen no interior de São Paulo. Realizado em parceria com os estudantes Larissa Gomes, Gabriel Mastroberardino e Leonel Mingnoni, o curta é baseado em uma história real e acompanha dia de um jovem que sonha em se montar pela primeira vez e com isso enfrenta uma série de aversões do mundo externo e interno em que ele vive.

Leia mais  Cobrança de imposto em auxílio emergencial gera reclamação

“Existo” foi lançado no 5º Curta Salto, em novembro do ano passado, onde ganhou o prêmio de melhor ator para André Sewaybricker. O protagonista do filme também já havia ganhado o prêmio de melhor ator, em premiação interna na faculdade, chamada Três Marias Awards. “O filme também recebeu o prêmio de uma votação popular aqui em Sorocaba, o Caneca Awards: uma premiação realizada pelo Coletivo Caneca aqui da cidade”, complementa o diretor. Segundo Menezes, como o filme ainda está circulando por mostras e festivais competitivos, ainda não está disponível on-line. Além de festivais nacionais, o curta já foi selecionado para dois festivais nos Estados Unidos: o Lift off Global e o lgbtq Short Film Festival. (Da Redação)

Comentários