Cultura

Espetáculo retrata o ciclo da vida sob o olhar da criança

Dirigida pelo dramaturgo Gustavo Paso, a peça “Casa caramujo” será apresentada nesta sexta (13), às 15h, e no sábado (14), às 16h, no teatro do Sesi. A entrada é gratuita e os ingressos que não foram previamente reservados pela internet serão distribuídos uma hora antes da apresentação.

É apenas um dia normal quando Jonas, um jovem garoto, percebe que a mãe está muito doente e decide ir ao médico buscar ajuda. Justamente no caminho até lá, ele encontra a Morte em pessoa, pronta para buscar sua mãe. Inconformado, Jonas enfrenta a figura que há séculos assombra a todos e a prende na concha de um caramujo.

Ele só não sabia que deixar a Morte aprisionada poderia interferir em todo o ciclo da vida no vilarejo. Afinal, se ela não pode fazer o seu trabalho, ninguém no vilarejo consegue colher frutos, legumes, verduras e pescar. Todas essas atividades implicam em um fim. Enquanto não há fim, não há começo. Para salvar a todos, o garoto embarcará em uma viagem até o fundo do mar para resgatar a Morte e restaurar o ciclo da vida.

Leia mais  Morre aos 84 crítico literário Alfredo Bosi

Com uma narrativa simples e lúdica, “Casa caramujo” ensina a entender que o fim é parte de um ciclo maior e que, sem ele, a vida não pode continuar. Apesar de ser voltada para o público infantil, a peça vai além e ensina também os adultos a enfrentar seus medos e angústias. Inspirado em uma história de tradição oral escocesa, o espetáculo comemora os 18 anos da Cia. Epigenia e marca o retorno do grupo ao teatro infantil.

O Teatro do Sesi fica na rua Gustavo Teixeira s/nº, esquina com a rua Duque de Caxias.

Comentários