Cultura

‘Arranha-céu’ e ‘Hotel Transilvânia 3’ estreiam hoje

A ação “Arranha-céu”, com o ator norte-americano Dwayne Johnson, e a animação “Hotel Transilvânia 3: férias monstruosas” são os destaques que estreiam nesta quinta-feira (12) nas salas de cinema de Sorocaba. A lista de novidades desta semana ainda inclui o suspense francês “O amante duplo” e drama adolescente “Todo dia”.

Ao ver o nome do ator americano Dwayne Johnson no elenco de um filme, o público já desconfia de que se trata de um longa de muita briga e ação, com algumas doses de comédia. Tudo isso é verdade em “Arranha-céu: coragem sem limite”, longa que estreia hoje nos cinemas de Sorocaba. A diferença é que o personagem de Johnson, desta vez, não tem só a missão de enfrentar bandidos em meio a explosões, mas também de levar o público a sentir vertigens em cenas feitas pelo lado de fora de um prédio fictício, com mais de 200 andares, construído em Hong Kong.

Johnson vive Will Sawyer, um veterano de guerra que toca a vida como consultor de segurança. O longa começa com o ator engravatado e vestindo sua perna mecânica — necessária por causa de um ataque sofrido no trabalho. Parece impossível que Sawyer esteja pronto para uma missão, mas ele está. O ex-agente e sua família, então, são chamados para testar a confiabilidade do edifício mais alto do mundo e passam a morar lá. Sawyer é casado com a médica Sarah (Neve Campbell) e tem dois filhos gêmeos.

Só que um antigo inimigo do empresário que projetou o prédio tem o plano de incendiar a construção. E, por um azar, a família de Sawyer é pega de surpresa pelo fogo. Assistindo ao incêndio de longe, Sawyer vê que sua família está acima do andar em chamas e, por isso, ele deverá usar de muita imaginação para chegar lá em cima. Com um guindaste, cordas, muita fita adesiva — que vira piada no filme — e músculos, o ex-agente escala o prédio para enfrentar os bandidos e, ainda, salvar a sua família.

Para a criançada, a boa pedida é a animação “Hotel Transilvânia 3: férias monstruosas”, a sequência novamente dirigida por Genndy Tartakovsky, que também assina o roteiro em parceria com Michael McCullers. A narrativa, aliás, foi desenvolvida por Tartakovsky baseado em suas próprias experiências de fazer um cruzeiro com a família.

Leia mais  Morre aos 84 anos o cantor Agnaldo Timóteo, vítima da Covid-19

Em 'Hotel Transilvânia 3', com roteiro de Tartakovsky, a família vai fazer um cruzeiro  - DIVULGAÇÃOEm ‘Hotel Transilvânia 3’, com roteiro de Tartakovsky, a família vai fazer um cruzeiro – DIVULGAÇÃO

Em “Hotel Transilvânia 3: férias monstruosas”, Drácula Johnny anda bem cabisbaixo. Sua filha Mavis, agora uma responsável mãe de família, resolve dar a seu pai um presente: a possibilidade de curtir férias, em vez de cuidar de todos em seu hotel para monstros. Mas claro que a turma, que conta também com Johnny, marido de Mavis, e a múmia Murray, vai aprontar muitas confusões. No geral, a dinâmica de estar com a família o tempo todo, com suas alegrias, vexames e chateações, foi o que mais entrou no roteiro, disse Tartakovsky.

Como Drácula anda muito só desde que Mavis se casou, claro que o romance entra em cena. Apesar de ter centenas de anos, Drac recorre ao método moderno, usando um aplicativo para escolher seu par perfeito. Mas um romance para Drácula seria menos engraçado se não houvesse problemas. Seu queixo literalmente cai quando ele conhece Ericka, que tem outros planos para sua nova conquista. Bisneta de Van Helsing, o célebre caçador de vampiros, ela pretende eliminá-lo. “O arco dramático maniqueísta segue praticamente a cartilha comum dos filmes do bem contra o mal, no entanto, a paixão do Drácula pela comandante Ericka acaba trazendo um certo caminho não tão obvio para a trama. E mais uma vez o grande acerto é no tom do humor”, pontua o crítico Kadu Silva, do site Ccine10.

'Todo dia': misto de drama e romance voltado ao público adolescente - DIVULGAÇÃO‘Todo dia’: misto de drama e romance voltado ao público adolescente – DIVULGAÇÃO

Leia mais  Morre o coreógrafo e bailarino Ismael Ivo

Misto de drama e romance voltado especialmente ao público adolescente, a exemplo de sucessos de bilheteria como “A culpa é das estreias”, “Se eu ficar” e “Antes que eu vá”, os cinemas de Sorocaba exibem a partir de hoje o longa “Todo dia”, adaptação do livro homônimo de David Levithan. Dirigido por Michael Sucsy, o longa desenvolve uma história minimamente inusitada. A (este o nome da personagem principal) tem o incrível poder de acordar todos os dias em um corpo diferente, independente de gênero, cor ou idade. Após 16 anos vivendo dessa forma, A se acostumou a se adaptar ao estilo de vida da pessoa, e por isso nunca se envolve ou interfere na vida das pessoas. Sua rotina, no entanto, muda quando acorda no corpo de Justin e acaba se apaixonando pela namorada dele, Rhiannon.

'O amante duplo', de François Ozon, foi destaque do Festival Varilux 2018 de cinema francês  - DIVULGAÇÃO‘O amante duplo’, de François Ozon, foi destaque do Festival Varilux 2018 de cinema francês – DIVULGAÇÃO

Leia mais  Espetáculo leva histórias de professores de Votorantim ao palco on-line

Destaque do Festival Varilux 2018 de cinema francês, “O amante duplo”, de François Ozon, completa a lista de novidades desta semana. Novo thriller erótico de François Ozon (Frantz), o longa é estrelado por Jérémie Renier e Marine Vacth, que Ozon já dirigira em “Jovem e bela” (2013). A classificação indicativa é de 18 anos. Chloé é uma mulher reprimida sexualmente que, constantemente, sente dores na altura do estômago. Acreditando que seu problema seja psicológico, ela busca a ajuda de Paul, um psicólogo. Só que, com o andar as sessões de terapia, eles acabam se apaixonando. Diante da situação, Paul encerra a terapia e indica uma colega para tratá-la. Chloé, no entanto, decide ir a outro profissional. “Muitas vezes, histórias de esquizofrenia e sofrimento mental se manifestam de forma violenta na tela, mas “O amante duplo” mantém as coisas confinadas ao reino erótico. […] O que é libertador aqui é a falta de inibições do filme, que absolve a culpa sem comprometer o prazer”, afirma Peter Debruge, da revista Variety.

Final da copa 

A final da Copa do Mundo, entre França e Croácia, será exibida ao vivo, neste domingo, às 11h30, na sala 6 do Cinépolis Iguatemi. O ingresso custa R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia-entrada).

Comentários