Covid-19 Exterior

Espanha tem recorde de mortos, porém com estabilização da epidemia

O número de mortes durante a nova pandemia do coronavírus subiu para 39.756
Recuperados da Covid-19 no Brasil correspondem a 86% dos infectados
País alcança recorde na segunda onda. Crédito da foto: Itamar Crispim/Fiocruz

A Espanha anunciou mais de 400 novas mortes por covid-19 nas últimas 24 horas, nesta terça-feira (10). Este é o maior número da segunda onda, embora a epidemia tenha entrado em uma fase de clara estabilização, segundo o coordenador de saúde do governo, Fernando Simón.

O boletim do Ministério da Saúde desta terça-feira elevou o número de mortes durante a nova pandemia do coronavírus para 39.756, ou seja, 411 a mais do que na segunda-feira.

“É possível que (as mortes) continuem a aumentar nos próximos dias” devido ao período de evolução da doença, apesar de “vermos que há uma estabilização clara (do número de casos) nos últimos dias”, alertou Fernando Simón em coletiva de imprensa.

“Já estamos há vários dias em que a incidência acumulada de quatorze dias se estabilizou”, em cerca de 525 casos a cada 100.000 habitantes, explicou Simón, tendência observada até esse momento em novembro após ter ultrapassado “o pico de transmissão” no final de outubro.

“Não sabemos se isso será mantido, esperamos que sim”, afirmou com cautela.

Leia mais  Senado dos EUA aprova plano de resgate econômico

O epidemiologista disse que já se observa o “efeito” das restrições válidas na Espanha, onde o governo declarou no dia 25 de outubro estado de alerta, implementando toque de recolher noturno em quase todo o país, além de dar cobertura legal às regiões, competentes em matéria de saúde pública, para implementar medidas contra a covid-19.

Várias regiões aplicaram medidas que incluem fechamentos de perímetros, além de bares e restaurantes, enquanto algumas delas têm pressionado para seguir o exemplo de outros países europeus e decretar confinamentos residenciais.

Porém o ministro da Saúde, Salvador Illa, descartou essa opção por enquanto e pede para esperar para ver o resultado das medidas tomadas até o momento.

Com quase 1,4 milhão de casos notificados, a Espanha é um dos países europeus com o maior número de casos da covid-19. (AFP)

Comentários