Canal 1

TV prioriza eleição neste domingo e pede atenção às equipes de reportagem

Emissoras definem estratégia de cobertura
TV prioriza eleição neste domingo e pede atenção às equipes de reportagem
Crédito da foto: Raquel Cunha / Globo

Flávio Ricco, com colaboração de José Carlos Nery

Em função de uma das mais acirradas e provocativas campanhas das últimas décadas, a prioridade de toda a imprensa neste domingo não será outra senão a cobertura do segundo turno das eleições. Para presidente, no caso de todos, e governador nos estados em que existe a necessidade de segundo turno.

Que tudo transcorra da forma mais tranquila, democrática e civilizada possível. E todos, na parte que toca o jornalismo, tenham condições de desenvolver o melhor dos seus trabalhos, livres de quaisquer atos de violência e selvageria.

GloboNews e BandNews prometem cobertura em tempo integral. Globo, na aberta, fará um trabalho semelhante ao do primeiro turno, com intervenções durante toda a programação, desde as primeiras horas da manhã, além de um programa especial, já a partir das 5 da tarde, com William Bonner e Renata Lo Prete apresentando e comentando os diversos resultados.

No esquema definido pela Record, Roberta Piza irá ancorar os trabalhos na faixa da manhã; Janine Borba, à tarde, e Reinaldo Gottino e Adriana Araújo, à noite. Tudo isso em meio ao acompanhamento dos candidatos, exclusivas, plantões, o olhar internacional para o Brasil, entre outros.

O SBT, entre as principais redes, irá apresentar flashes ao longo de todo o dia e a exibição de um especial do “Poder em foco”, ao vivo, com Débora Bergamasco e Carlos Nascimento.

Band

O jornalismo da Band tem como proposta movimentar sua reportagem “no Brasil inteiro” neste domingo. O programa do Datena, às 15h, será basicamente sobre o dia político, colado no “Band eleições”, às 17hs, e emendando no “Canal livre”, às 22h. Não há informações sobre o número de profissionais que estarão envolvidos. O fator “Presidência” força a participação de toda a rede.

Rede TV!

A Rede TV! iniciará os seus trabalhos às 17h e irá até as 21h, com Boris Casoy, Amanda Klein, Erica Reis, convidados e repórteres pelo país; no entanto, exibindo boletins ao longo da programação desde cedo. Os compromissos com concessionários não permitem uma cobertura mais intensa.

Futebol

Vamos imaginar dois cenários: o Palmeiras leva o título do Brasileirão e o “Bem, amigos!”, do Galvão e do SporTV promove a festa dos “Melhores do campeonato”. Qual a possibilidade de o Felipão aparecer lá? Vale lembrar que o técnico não poupou críticas ao narrador num programa do extinto Esporte Interativo. Coisas do 7 a 1.

Ausência

Lola Melnick pediu um tempo ao pessoal do Ratinho para resolver compromissos internacionais, mas prometeu voltar ao programa. Nadja Haddad, a titular, vai substituí-la.

Mara

Não há programas em desenvolvimento no SBT para Mara Maravilha neste momento. Ao melhor estilo “vão ter que me engolir”, ela vai ficando pelo “Ratinho”.

Novela

Envolvido com teatro e cinema, Anderson Di Rizzi poderá ser uma das atrações da próxima novela de Walcyr Carrasco na Globo. Uma parceria de vários trabalhos.

Pegando jeito

Ana Paula Guimarães chega à sua sexta direção na Globo, como integrante da equipe de “Verão 90”, a próxima novela das sete. Jorge Fernando é seu grande incentivador. Para quem não se lembra ou não sabe, Ana foi uma das paquitas de Xuxa.

Braço direito

Filho de Marília Gabriela, Theodoro Cochrane também está em “O sétimo guardião”. E fazendo o Adamastor, fiel escudeiro da cafetina Ondina, papel de Ana Beatriz Nogueira.

E olha só

O jovem ator Jaffar Bambirra, após “Pega pega”, também foi chamado para “O sétimo guardião”. Papel de um videomaker. Para esse trabalho, ele fez workshop com a equipe do programa “Profissão repórter”.

Policial

O “Operação de risco”, da Rede TV!, passa a registrar também as ações das forças brasileiras de segurança pública no Pará. Em reportagem que vai ao ar dia 3, às 22h15, o programa acompanha a Polícia Militar durante busca por traficantes em uma região de difícil acesso da capital Belém.

Documentário

A produtora JPO está preparando um documentário em 13 episódios para o canal AXN, da Sony. “Questão de Justiça” é o título e será apresentado pela criminóloga e escritora Ilana Casoy — sobrinha de Boris Casoy e prima de Serginho Groisman. A cada programa, uma revisita a casos pesquisados em processos que proporcionam reflexão e dúvidas, explorando o lado desconhecido de crimes, investigações e personagens reais que fizeram parte daquela história.

Comentários