fbpx
Canal 1

Sob encomenda

Sob encomenda
Crédito da foto: Divulgação / Globo

Flávio Ricco, com colaboração de José Carlos Nery

Sempre se destacando pela alta qualidade dos seus trabalhos, Sonia Bridi promove ainda este mês o lançamento de uma nova temporada de “A jornada da vida”. Série para o “Fantástico”.

A lamentável acomodação de Band e Rede TV! à condição de perdedoras

Foram muitas as mudanças observadas na televisão nesta última década ou, mais intensamente, de uns três ou quatro anos para cá. No entanto, nada chama mais atenção do que a forma como Band e Rede TV! se acostumaram a sobreviver com resultados tão ruins.

São raras as produções de uma e de outra — talvez em ambos os casos caibam nos dedos de uma mão só — capazes de superar a marca dos dois pontos de audiência. A maioria nem a um chega e na televisão sempre se teve estabelecido que programa, com média inferior a dois, não se paga de jeito nenhum.

Leia mais  Decolando

Mas o que mais se observa no caso das duas é que nada é feito para alterar este até preguiçoso estado de coisas. Não existe nenhum trabalho ou ao menos qualquer iniciativa apontando para uma perspectiva diferente.

Ao contrário, tudo indica para um futuro ainda pior, ao encontro do que alguns repetidamente afirmam: o Brasil não suporta ou não tem capacidade para mais do que três grandes redes de televisão.

Precisa dizer – André Azevedo foi tirado da apresentação do “São Paulo no ar”, substituído pelo Bruno Peruka, que agora acumula com o “Balanço geral”. Vale ressalvar, no entanto, as condições de trabalho oferecidas aos jornais matinais também não são lá essas coisas.

Característica – Já de algum tempo, não de agora, o “São Paulo no ar” tem uma equipe bem reduzida. A maioria das matérias apresentadas são repetidas ou versões diferentes de outros jornais da casa.

Lá dentro – Dentro do jornalismo da Record, André Azeredo é considerado um tremendo gente boa, mas que “não vestiu a persona de apresentador”. Que ainda não confiou no próprio taco. Há o entendimento que ele precisa de mais rodagem. E mais dedicação.

Leia mais  Bastidor

Pode ser – Ainda que remota, ainda existe a possibilidade do SBT encerrar a exibição de “Poliana” no ano que vem e providenciar a produção de uma outra novela para substituí-la. Fala-se até na possibilidade de ser “Patinho feio”, que já tem seus trabalhos bem adiantados.

Na ponta do lápis – Apesar das tentativas de se provar o contrário, dentro do próprio SBT foi feita a conta que esticar “Poliana” em mais um ano vai custar a mesma coisa que produzir uma nova novela. Além de se livrar de um desgaste que será inevitável.

Só externas – Sabrina Sato deu a largada nesta semana em gravações de matérias para o novo “Domingo show”, no ar a partir de janeiro na Record. Mas, por enquanto, apenas externas. Em estúdio, formatos, não tem nada agendado ainda.

Leia mais  Quem vai ficar com Kim?

Olha só – Muita gente achava que a Record já havia encerrado os trabalhos de “Topíssima”. Só que não. Uma última cena da novela será gravada nesta sexta-feira em Salvador, movimentando os protagonistas Camila Rodrigues e Felipe Cunha.

Volta anunciada – Há três semanas sem gravar, mas já apresentando uma melhora no seu quadro de saúde, Silvio Santos mandou reservar estúdio para a próxima terça-feira. Só existe mais um programa inédito em estoque.

Força das produtoras – Enquanto as TVs só se preocupam em reduzir as suas equipes e não criar mais nada, vale destacar o crescimento de produtoras como Floresta e Formata. Entre canais abertos e fechados, as duas já se colocam entre os maiores provedores de conteúdo.

Comentários