Canal 1

Ponte sobre o rio dos sonhos

Ah! Como é bom ler. Este burro velho, eterno aprendiz, tem a alma lavada diante do texto de Monica Bolle, (Revista Época 12-11-18). Ela cita Fernando Pessoa: “Da distância imprecisa, e, com sensíveis movimentos da esperança e da vontade. Busca na linha fria do horizonte a árvore, a praia, a flor, a ave, a fonte (…). Como será que ela fez? Terá à sua frente, o livro, sabe onde está a referência? Ou é sua mente que guarda tudo e para passar para o papel basta o gesto? E começa o trabalho: ‘Qual a menor distância entre dois pontos? Dizem que é uma linha reta, mas eu acho que é a memória, unida à esperança e à vontade’”.

Já eu considero que uma ponte pode ser a menor distância entre dois pontos, principalmente se o caminho começar no Além-Ponte, onde nossa personagem embarcava para seguir da rua Nogueira Padilha onde morava, até a avenida Eugênio Salerno, para estudar no Colégio Estadual.

Leia mais  ‘Vou dar o meu melhor’, garante Galisteu

Sorocaba, naqueles anos 60, do século passado era muitas vezes menor do que a metrópole de agora. O centro era a praça da Catedral, com seus clubes sociais, o bar Sorocaba, o Salão, com mesas de bilhar ao lado da Livraria São Luiz, a Sorveteria Polo Sul e, principalmente o Gabinete de Leitura Sorocabano frequentado pela elite intelectual da terra de Baltazar Fernandes. Todo mundo conhecia todo mundo. Nós, estudantes, criamos o Grêmio Estudantil Varnhagen, título em homenagem ao grande sorocabano Francisco Adolfo de Varnhagen, Visconde de Porto Seguro. Realizamos um concurso para escolher a rainha dos Estudantes. E aí a razão deste artigo. A jovem eleita foi uma estudante muito bonita. Tinha nome e porte de rainha. Foi com saudade e sentida tristeza que soube do seu falecimento no final de outubro.
Paz eterna para a doutora Isabel Cano Rodrigues.
Reflexão: “O título foi inspirado no artigo do mestre Edgard Steffen: Das pontes e pinguelas” – Cruzeiro do Sul 27-10-18

Leia mais  Marcas do Justus

RUBENS NOGUEIRA, JORNALISTA

DO FACEBOOK

Letrista inspira moradores do Largo do Divino com mensagens de otimismo

Adoro as placas dele! Minha curiosidade era saber quem fazia isso. Obrigada Cruzeiro e parabéns pela atitude desse senhor.

Vanessa Petri

Precisamos disso: palavras que nos impulsione.

Fernando de Camargo

Prefeitura recebe média de 150 pedidos de cortes de árvores em risco por mês

Se a gente corta dá multa, se pede para vir cortar demora um ano, tempo que estou esperando para cortar uma árvore enorme, morta que está prestes a cair em cima da casa, mas continuo na espera.

Elaine Campos

Comentários