Canal 1

Nas rédeas

Nas rédeas
Crédito da foto: Ramón Vasconcelos / Tv Globo

Flávio Ricco, com colaboração de José Carlos Nery

A Globo marcou para o dia 7 de maio a estreia da série “Cine Holliúdy”, que terá Matheus Nachtergaele vivendo o prefeito Olegário, alguém que fará todas as vontades da primeira-dama, Maria do Socorro (Heloísa Périssé). A produção conta a história de um homem que luta para manter viva a arte do cinema no interior do Ceará depois que um aparelho de televisão chega à cidade.

O inverno chegou e a HBO espera bater recordes de audiência com ‘GoT’

A espera acabou! Na noite deste domingo, a HBO exibe o primeiro dos seis episódios da oitava e última temporada da série “Game of thrones”. Desde já existe a expectativa de que o encerramento da saga liderada por Jon Snow (Kit Harington) e Daenerys Targaryen (Emília Clarke) possa bater recordes de audiência em todo o planeta. Não à toa o grande trabalho de promoção realizado visando este objetivo.

O problema ainda é um só. Para quem acompanha “Game of thrones” desde o início ou simplesmente por meio de noticiário, não chega a ser novidade a informação sobre uma marca bem desagradável, a de série campeã de pirataria. Assim, para alcançar os resultados de audiência tão sonhados, a HBO se viu forçada a adotar vários cuidados. Escaldada com o vazamento de episódios e roteiros, para evitar spoilers, a empresa decidiu agir diferente na realização da temporada final.

Leia mais  Altas Horas

Foram gravadas várias versões da despedida para que ninguém saiba o que realmente vai ao ar. Cuidados estes estendidos às equipes responsáveis por legenda e dublagem.

Nada diferente

Para quem se acostumou a acompanhar o esforço da Globo em todo fim de novelas, é interessante saber se o procedimento de agora da HBO irá apresentar os resultados esperados. De qualquer forma, como o material de “GoT” tem circulação mundial, é preciso adotar medidas para respeitar, principalmente, o público. Então filmar várias versões pareceu a melhor solução. Será esta a razão de o elenco tachar a última temporada como a “mais cansativa” de todas.

Aceitação

Além da competência, um outro importante fator leva Celso Freitas a ocupar por tanto tempo uma das cadeiras do “Jornal da Record”. Num passado não tão distante, uma pesquisa encomendada sobre os nomes do Jornalismo, revelou que ele era o único apresentador que passava credibilidade.

Leia mais  Entrevista

Outro detalhe

Ainda sobre essa pesquisa, tópico “apresentadoras”, Carla Cecato figurou como a mais conhecida pelo público. Ela que chegou a ser deslocada para um informativo local, mas logo depois voltou para o “Fala Brasil”.

Continua no streaming

Marco Pigossi, após “Tidelands”, vai aguardar o toque de reunir para um novo trabalho da Netflix, “Cidades invisíveis”, com direção de Carlos Saldanha (A Era do Gelo). Segundo o staff do ator, as gravações vão acontecer a partir do segundo semestre.

Roteiro

“Cidades invisíveis” vai se passar em um local habitado por criaturas míticas que evoluíram de uma linhagem do folclore brasileiro. Em meio a esse cenário, um detetive se envolve em uma investigação de assassinato, entrando em uma batalha entre dois mundos. Terá 8 episódios.

Desafios da reportagem

O “Profissão repórter”, do Caco Barcellos, voltará à grade da Globo na próxima quarta-feira, faixa após o futebol. Produto fixo de grade, se tornou um dos principais destaques da programação. Vale lembrar que, no começo, foi exibido aos domingos, como um quadro do “Fantástico”. Antes, no mesmo ano de 2006, entrou com matéria sobre o trânsito no “Globo repórter”. A partir de junho de 2008, ganhou espaço próprio e passou a ocupar a linha semanal.

Leia mais  Desafio

Perfil

De acordo com dados do Kantar Ibope referentes a 2018, o programa de Caco Barcellos tem na classe C sua maior audiência: 49%. Público masculino representa 49% e feminino, 51%. O “Profissão repórter” é acompanhado principalmente por pessoas acima de 50 anos.

Comentários

CLASSICRUZEIRO