Canal 1

Mensagem

Mensagem
Crédito da foto: Selmy Yassuda / Globo

Flávio Ricco, com colaboração de José Carlos Nery

Domingo que vem começa a ser veiculada a Mensagem de Fim de Ano da Globo, apresentada como um convite para sonhar, para reacender a esperança e relembrar que o futuro é feito em parceria. Representando este olhar, jovens atrizes da casa posaram juntas no estúdio, casos de Sophia Abrahão, Marina Moschen, Isabelle Drummond e Carol Duarte. No trabalho que vem aí, toda a ação acontecerá no interior de uma grande caixinha de música, objeto que faz parte da memória afetiva das pessoas.

Record pretende desmembrar núcleo de teledramaturgia

A Record está trabalhando nos bastidores para melhorar, em todos os aspectos, a qualidade das suas novelas, mesmo nesse momento de crise. E dar um rumo mais racional às suas produções.

Algo que incomoda são os prazos curtos colocados para a principal parceira, a Casablanca, entre uma novela e outra, porque são inexistentes as condições, principalmente de espaço, para se realizar algo diferente. E, como principal embaraço, o de colocar duas equipes operando ao mesmo tempo.

Assim, a ideia é abrir o leque e desafogar o espaço. Já ocorreu agora essa parceria com a produtora Formata, de São Paulo, em assumir a macrossérie “Jezabel”. E outras serão estudadas.

Leia mais  Programas de humor desaparecem por falta de bons redatores

Nada confirmado, mas não será surpresa se isso já ocorrer inclusive com “Gênesis”, novela de Gustavo Reiz, adiada por tempo indeterminado. Adiada, mas que vai sair de qualquer jeito, por se tratar de um projeto apresentado pela Igreja Universal.

Pela ordem

Exibição de “Jesus” na Record vai até 11 de março. Tem ainda três meses e tanto pela frente. A ideia da produtora Casablanca é começar produzir a substituta “Topíssima” a partir de agora, mas só gravar a partir de fevereiro. Antes não tem como. Vai ficar meio em cima, mas não existe outro jeito.

Por outro lado

A Formata, por sua vez, iniciou a pré-produção de “Jezabel”, incluindo escalação de elenco, e iniciará as suas gravações em janeiro. No Marrocos e estúdios de Paulínia-SP.

Mais à vontade

As mudanças no “Vídeo show”, ao que parece, não terminam. O interessante é que, do lado bom, maiores oportunidades passaram a ser oferecidas a Maurício Meirelles e Márvio Lucio, o Carioca, nessas últimas edições. O quadro com a imitação do Alborghetti foi uma dessas diferenças e precisa ser mantido.

Leia mais  Tira-Teima

Não para

Apresentadores do “Hoje em dia”, da Record, já foram avisados que a exibição do programa não sofrerá interrupções, tanto durante as festas de fim de ano quanto nos meses de janeiro e fevereiro. A ordem é continuar com edições inéditas e ao vivo.

Bem na frente

A próxima só vai ao ar agora em janeiro, mas mesmo assim a Globo já abriu inscrições para a temporada 2020 do “The voice kids”, com o aviso de vagas limitadas para crianças e adolescentes entre 9 e 14 anos. As seletivas começam em fevereiro.

Boa palavra

Mesmo desfalcada com a saída de tantos e bons profissionais, a TV Gazeta conseguiu manter Josias de Souza, considerado por muitos como um dos melhores comentaristas de telejornais. Sempre sensato e eficaz em suas análises. Aliás, perfeita a sua análise, noite dessas, sobre a saída dos médicos cubanos do Brasil. Perdem os doentes e os brasileiros mais pobres.

BBB 19

O próximo “Big brother Brasil” já tem seu período de exibição definido na Globo. Vai começar no dia 15 de janeiro, como informado pela coluna, e terá sua grande final em 12 de abril. Detalhe: encerramento numa sexta-feira. Portanto, se nada mudar, um total de 88 programas. Rodrigo Dourado permanece na direção-geral, com o Boninho (diretor de gênero) ligado em tudo, e a apresentação de Tiago Leifert.

Leia mais  Trabalho

Ele merece

Renato Aragão vai aparecer como convidado especial do próximo “Os melhores anos das nossas vidas”, quinta-feira. O programa terá a disputa entre as décadas de 70, que tem Marco Luque como líder, e os anos 80, com Lúcio Mauro Filho à frente. E o Renato como homenageado.

Dia seguinte

Importante destacar os bons índices conquistados por “A fazenda” nas noites da Record, impulsionando inclusive os números do Porchat. Mas, e depois? Como vai ficar assim que um e outro deixarem de ser apresentados agora em dezembro?

Comentários