Canal 1

Irene Ravache e Nicette Bruno farão participação especial em ‘Éramos seis’

Flávio Ricco, com colaboração de José Carlos Nery
Irene Ravache e Nicette Bruno farão participação especial em ‘Éramos seis’
Crédito da foto: Raquel Cunha / Tv Globo

Flávio Ricco, com colaboração de José Carlos Nery

Irene Ravache e Nicette Bruno, intérpretes de Lola em outras versões, fecharam participação especial nos últimos capítulos de “Éramos seis”, na Globo. Teremos, finalmente, um encontro de “Lolas” na novela, tão aguardado pelo público.

Uma torcida, aliás, que só aumentou após Irene, Nicette e Glória Pires aparecerem juntas no “Fantástico”. Vale lembrar que desde o início do projeto, havia o desejo de contar com as atrizes, mas isso acabou não sendo possível. Só que agora, martelo batido.

Nicette (Lola na versão da Tupi, em 1977) surgirá nos momentos finais vivendo uma freira, responsável pelo pensionato em que Lola (Glória Pires), irá morar depois de não ter conseguido conviver bem na casa do filho Julinho (André Luiz Frambach), no Rio, e nem na de Isabel (Giullia Buscacio).

Já Irene (fez a personagem no SBT, em 1994) dará vida a Tereza, uma interna da mesma instituição.

Leia mais  Internacional

O trabalho atual, escrito por Angela Chaves, é baseado na novela original escrita por Silvio de Abreu e Rubens Ewald Filho e livremente inspirada no livro de Maria José Dupré. A escolha pelo remake foi mais um daqueles acertos da Teledramaturgia da casa. E que venham outros!

Marinheiro – Wagner Santisteban, Alfredo criança na versão de 1994 da novela, também fará uma participação especial em “Éramos seis”. O personagem, Marcos, é um marinheiro que Alfredo (Nicolas Prattes) conhecerá quando fugir de São Paulo com a ajuda de Adelaide (Joana de Verona). Eles se tornarão amigos.

Explicação – William Waack não pode ficar muito tempo na festa da CNN Brasil, segunda-feira, e isso chamou atenção de convidados e imprensa. O âncora do “Jornal da CNN” esclarece a situação: “Tá tudo ótimo, e eu tive de ir embora logo por dois motivos: tava com um joelho ruim por conta de lesão antiga (fui atleta, ex-integrante da seleção brasileira de handebol, e hoje, aos 67, pago um preço rsrsrs)”.

Além disso – Waack estava escalado para entrevistar, na terça, a partir das 7h da manhã, Davi Alcolumbre (presidente do Senado) e Rodrigo Maia (presidente da Câmara) nos estúdios da Paulista para o programa de estreia. “Como dizem os jogadores, tinha de me poupar para o clássico. Tá tudo ótimo”, conclui Waack.

Leia mais  Fique em casa

O time – O “Jornal da CNN” será apresentado de segunda a sexta-feira, das 21h30 às 23h. Com a proposta de abordar os principais fatos do Brasil e do mundo, com forte viés analítico em economia e política, terá o comando de Waack e participações de Cristiane Dias, Daniela Lima e Thais Herédia.

Mudou – O “Profissão Repórter”, nesta temporada 2020, não será apresentado nas noites de quarta-feira, até para que a Globo possa explorar um pouco mais o “Segue o jogo” após a rodada do futebol. Sob o comando de Caco Barcellos, o jornalístico voltará ao ar às terças-feiras. Período de exibição: 28 de abril a 22 de dezembro.

20 anos – O “Altas horas” de Serginho Groisman, que comemora 20 anos de Globo, recebe neste sábado Tom Cavalcante, Fernanda de Freitas, Lúcio Mauro Filho, Marco Luque, Pedro Bismarck, Eliezer Motta e Fafy Siqueira. Na parte musical, Sérgio Reis, Padre Alessandro e Banda Funk Como Le Gusta.

Comentários