Canal 1

Globo adota linha de humor que não faz rir

Flávio Ricco, com colaboração de José Carlos Nery

Todo aquele que acompanha os programas considerados de humor, na Globo, com toda certeza já percebeu que ser engraçado está longe da especialidade deles. Parece de propósito a intenção de todos em não “surfar” na onda da comédia.

A justificativa, no caso do “Zorra”, por exemplo, é que ele pegou gosto pela crise do país, priorizando os assuntos que sobram, ou investindo mais em piadas ou sátiras relacionadas aos acontecimentos da política.

Vertente até válida ou necessária para tempos tão estranhos como os de agora, porém, que estão mais para fazer chorar do que rir.

Em relação ao “Tá no ar”, o desafio, da primeira à última temporada, permanece: tentar entender o que eles fazem!

E, quanto à “Escolinha”, o seu próprio pessoal reconhece que é preciso turbinar o quadro de roteiristas, buscar essa melhora, até para evitar perguntas do tipo “essa é a piada?”.

Leia mais  Estranho

Por fim, existem rumores na Globo sobre o desenvolvimento de projetos mais direcionados para a comédia pura e simples. Um arroz com feijão bem temperado. Resta saber se sairão do papel.

Bandido da história 

 - JOÃO MIGUEL JÚNIOR/GLOBO

– JOÃO MIGUEL JÚNIOR/GLOBO

Falando em “O Tempo Não Para”, João Baldasserini (foto) será o vilão da novela: viverá Emílio, um advogado. É descrito como ambicioso e dissimulado, e possui uma relação profissional e amorosa “não assumida” com a advogada Mariacarla Borelli (Regiane Alves), sua sócia. TV Tudo

Testes para série 

O Discovery abriu inscrições em seu site para busca de participantes para uma série produzida pela Academia de Filmes, dedicada à popular cultura do maker, do “Faça você mesmo”. No programa, previsto para estrear em 2019, a cada episódio, os testes colocarão as habilidades criativas e técnicas dos selecionados à prova. Os interessados podem se inscrever até o dia 20.

Leia mais  Quase lá

E aí? 

A presença do Ronaldo sempre dá um peso, nas transmissões da Globo, jogos do Brasil. O problema é que é visível a sua intenção de não se queimar com ninguém. Pra ele, está tudo sempre muito bem, tudo muito bom. E segue o jogo.

Pés no chão 1 

A Rede TV! descarta fazer lançamentos no segundo semestre. Como ordem de momento, seguir com a programação atual. Nenhuma “loucura” será feita, até porque o momento não permite.

Pés no chão 2 

Note que ao contrário da sua concorrente direta, Band, a Rede TV! anda com sua parte administrativa em ordem. Há muito tempo, por exemplo, não se tem notícia de cortes ou até mesmo atraso de pagamento por lá.

Baixo astral 

Há um tremendo clima de baixo astral na Band em função das últimas demissões em vários setores, tanto no Rio quanto em São Paulo. Difícil saber como será o próximo semestre da emissora.

Leia mais  Telespectadora

Furou a fila

Luan Santana pode se considerar um privilegiado. Ao contrário de outros, na batalha há tantos anos, ele ganhou rapidamente o programa dele na Globo. Sem dúvida, uma das mais belas furadas de fila dos últimos tempos.

Comentários