Brasil Esporte

Zonta e Barrichello são os primeiros vencedores da Stock Car 2020

Sorocabano Átila Abreu fechou segunda prova na quarta colocação
Átila Abreu larga na oitava fila da primeira etapa da Stock Car 2020
Átila Abreu durante treino classificatório em Goiânia. Crédito da foto: Reprodução / Facebook / Átila Abreu (25/7/2020)

 

Principal categoria do automobilismo brasileiro, a Stock Car deu a largada para a temporada de 2020 neste domingo, em Goiânia, com vitórias dos experientes Ricardo Zonta e Rubens Barrichello, ambos ex-pilotos da Fórmula 1. Zonta (RCM Motorsport) confirmou o bom desempenho que lhe havia garantido a pole position no grid de largada e levou a melhor na primeira corrida, seguido por Allam Khodair (Blau Motorspor) e Ricardo Mauricio (Eurofarma-RC).

“Uma vitória que significa muito para mim. No lado emocional, a gente sabe que tem muita gente passando dificuldades. Muitos perderam pessoas próximas com a covid, eu quase perdi meu pai. Dedico essa vitória à minha família e todo mundo que vem enfrentando dificuldades”, declarou Zonta, em entrevista ao SporTV.

Na segunda corrida, Rubens Barrichello (Full Time Sports) ficou com a primeira colocação, tendo alcançado a quinta vitória pessoal em solo goiano pela competição. Completaram o pódio Nelsinho Piquet (Full Time Bassani) e o jovem Bruno Baptista (RCM Motorsport), recuperado da covid-19. “Sinto muito não termos público, mas estou muito feliz de começar desse jeito”, comemorou Rubinho após a vitória.

Leia mais  Fatecs divulgam lista de inscrições deferidas após análise de recursos

O atual campeão, Daniel Serra (Eurofarma-RC), terminou com uma quarta colocação na primeira corrida e um oitavo lugar na segunda. Com a somatória dos resultados das duas provas, ele aparece em terceiro lugar na classificação geral com 32 pontos, atrás do líder Ricardo Maurício (39) e do vice Rubinho (38).

Após quatro meses de adiamento e indefinições provocadas pela pandemia do novo coronavírus, a Stock Car voltou com portões fechados e sem público. Na pista, as principais novidades foram a menor duração das corridas (de 40 para 30 minutos) e a inversão de posições dos 10 primeiros colocados entre a primeira e a segunda corrida, com o objetivo de equilibrar a disputa.

Do hospital para o pódio

Um dos principais destaques da segunda corrida foi o jovem Bruno Baptista, recuperado da covid-19. Depois de enfrentar problemas no câmbio durante a classificação e largar apenas no 23.º lugar do grid na primeira prova, ele conseguiu ir ao pódio da segunda.

O piloto de 23 anos havia sido infectado com o novo coronavírus em abril, precisou ficar oito dias internado para o tratamento e chegou a ter 40% do pulmão comprometido pela doença. Desde então, vinha passando por fisioterapia e realizando uma preparação especial para voltar a correr. (Agência Estado)

Leia mais  Governo prorroga suspensão de revisões do Bolsa Família

Átila Abreu

O sorocabano Átila Abreu (Shell V-Power/Cruze) ficou em 16ª na primeira corrida. A participação dele foi bem melhor na segunda prova, fechando na 4ª colocação.

“Andamos dentro do top10 durante todo o fim de semana. Foi um início positivo para uma temporada de carro novo em equipe nova. No quali, faltou menos de meio décimo para largarmos em quarto. Tive um problema sério de freio nas duas corridas, sabia que as duas seriam bem difíceis por conta disso. Na segunda corrida, teve a infelicidade de um toque que me jogou para o fim do pelotão, mas os problemas de freio e pneu me atrapalhariam muito do mesmo jeito. Apesar de tudo, o fim de semana teve um resultado positivo, conseguimos pontuar nas duas corridas e nos deixar em uma posição próxima das nossas ambições para a temporada de estar andando dentro do top10”, afirmou piloto sorocabano após as corridas. (Da Redação, com informações da Stock Car)

Leia mais  Detran explica valor da taxa para licenciamento de veículos em SP

Punição

Em uma rede social, a organização da prova afirmou que após análise dos comissários da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), Ricardo Maurício foi punido em 20 segundos por atitude antidesportiva na corrida 2, após ultrapassar Thiago Camilo de maneira indevida durante o pit stop. Desta forma, ele cai de quarto para 13º. A mesma coisa aconteceu com Diego Nunes, punido em 20 segundos por atitude antedesportiva na corrida 2 contra Átila Abreu, caindo de quinto para 15º.

Átila Abreu deverá ser beneficiado com situação, entretanto, ainda conforme a organização, a classificação do campeonato será publicada após a aprovação da CBA. (Da Redação)

Comentários