Brasil

Viaduto corre risco de desabar, diz secretário; circulação de trens para em São Paulo

Confira as alternativas de tráfego sugeridas pela Prefeitura de São Paulo e pela CET
Equipes continuam o processo de escoramento do viaduto que cedeu nesta quinta-feira (15) na Marginal Pinheiros, na Zona Oeste de São Paulo (SP), e começaram a analisar o solo na área nesta sexta-feira (16). Crédito da foto: Estadão Conteúdo.

A Prefeitura de São Paulo vai liberar o rodízio municipal de veículos em trecho da Marginal Pinheiros por causa dos transtornos provocados pela interdição da via após o viaduto localizado na altura do Parque Villa Lobos, na zona oeste da cidade, ceder cerca de dois metros, formando um grande degrau.

A circulação de todos os veículos será liberada no sentido Castelo Branco, entre a avenida dos Bandeirantes e a Ponte dos Remédios, a partir da próxima quarta-feira (21). Até o dia 20, o rodízio já estava suspenso devido ao feriado prolongado.

A decisão tem o objetivo de minimizar os transtornos provocados pela interdição total da pista expressa da Marginal Pinheiros para obras de recuperação do viaduto. A suspensão será adotada até a liberação total da pista. (Leia abaixo alternativas de trajeto enquanto as obras perdurarem)

Situação complicada

O secretário municipal de Infraestrutura e Obras, Vitor Aly, informou na manhã desta sexta-feira (16) que piorou a situação de estabilidade do viaduto que cedeu próximo ao Parque Villa-Lobos e à Ponte do Jaguaré, Zona Oeste de São Paulo, na madrugada de quinta-feira (15). Cinco carros foram atingidos e um motorista ficou levemente ferido.

Equipes continuam o processo de escoramento do viaduto que cedeu na Marginal Pinheiros. Começaram a analisar o solo na área nesta sexta-feira (16). Durante a madruga, equipes trabalharam no escoramento do viaduto e apesar de os andaimes que escoram a estrutura parecerem frágeis, cada um suporta cerca de oito toneladas, conforme informações das equipes técnicas.

Leia mais  Brasil registra 396 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas
Ponte que cedeu na madrugada de quinta-feira (15), na Marginal Pinheiros na zona oeste da capital, é escorada e equipes fazem análise do solo para embasar projeto de recuperação da ponte, nesta sexta-feira (16). Crédito da foto: Estadão Conteúdo.

De acordo com Aly, subiu o índice de criticidade da estrutura e há possibilidade de ruína. “Inicialmente nós pedimos à Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) para diminuir a velocidade dos trens perto do viaduto que cedeu, porque está vibrando e fazendo com que as estruturas se movimentem”, disse ele. Porém, por volta das 10h, a companhia interrompeu a circulação dos trens entre as estações Pinheiros e Ceasa. Segundo o secretário, o processo de escoramento será acelerado para, após estabilizar a estrutura, dar seguimento aos trabalhos de segurança e recuperação do elevado. (Camila Baehm – Agência Brasil e Estadão Conteúdo)

 

Alternativas de trânsito

Sentido Interlagos/Rodovia Castelo Branco: Pista local da Marginal Pinheiros

Sentido Rodovia Ayrton Senna ou Ponte dos Remédios: Seguir pelas avenidas Brigadeiro Faria Lima, Pedroso de Morais, Professor Fonseca Rodrigues e Dr. Gastão Vidigal

Para quem chega à cidade pelas rodovias Anchieta, dos Imigrantes, Régis Bittencourt e Raposo Tavares: Rodoanel Governador Mário Covas e Rodovia Castelo Branco

Leia mais  Governo lança campanha e pede atenção aos casos de violência doméstica

Rodovia dos Imigrantes (Santos/São Paulo): O motorista pode seguir pela avenida Profº Abraão de Morais, à direita, na rua Pedroso Lousano (sob o viaduto Aliomar Baleeiro) sentido Complexo Viário Maria Maluf, e pegar as avenidas Presidente Tancredo Neves e das Juntas Provisórias. O motorista pode optar por acessar as avenidas Luiz Ignácio de Anhaia Melo e Salim Farah Maluf chegando à Marginal Tietê e rodovias ou seguir pela avenida do Estado até a Marginal Tietê junto à Ponte das Bandeiras em direção à Rodovia Castelo Branco

Rodovia Anchieta (Santos/São Paulo) com direção à Rodovia Castelo Branco: Acessar à direita na avenida das Juntas Provisórias e seguir tanto pela avenida do Estado quanto pela avenida Luiz Ignácio de Anhaia Melo

Do extremo sul da capital para o centro: Seguir pelas avenidas Interlagos, Washington Luís, Moreira Guimarães, Rubem Berta, 23 de Maio, Túnel Anhangabaú e avenida Prestes Maia

Sentido Santo Amaro: Pegar as avenidas Senador Teotônio Vilela, Atlântica, passar pelo Largo do Socorro e acessar a avenida Washington Luís em direção a Santo Amaro

Comentários