Brasil

Turquia compara livro juvenil sobre mulheres célebres com pornografia

Publicado em 2016, o trabalho de Elena Favilli e Francesca Cavallo conta a história da vida de 100 mulheres famosas
O trabalho pode ser vendido apenas para maiores de idade e não deve ser exposto nas livrarias da Turquia. Crédito da foto: Bruno Cecim/ Arquivo JCS (24/09/2010)

As autoridades turcas consideraram que o conteúdo do livro juvenil “Histórias de ninar para meninas rebeldes” equivale à pornografia e, portanto, suas vendas devem ser regulamentadas, decisão lamentada nesta sexta-feira pelas autoras da obra.

Publicado em 2016, o trabalho de Elena Favilli e Francesca Cavallo conta a história da vida de 100 mulheres famosas, como a pintora mexicana Frida Kalho, a cientista Marie Curie, ou o ícone da moda francesa Coco Chanel.

É um livro ilustrado que foi traduzido para 46 idiomas, incluindo turco.

“Quando o governo tem medo de um livro infantil que promova a igualdade, isso significa que impulsionar essas ideias na literatura jovem pode e tem muito impacto”, declarou Cavallo à AFP.

O Conselho turco responsável pela proteção das crianças contra publicações obscenas declarou na semana passada que “algumas passagens do livro podem ter uma influência negativa sobre pessoas menores de 18 anos”.

Com isso, o trabalho pode ser vendido apenas para maiores de idade e não deve ser exposto nas livrarias da Turquia.

“As meninas merecem crescer cercadas por ótimos modelos femininos. Elas merecem crescer com a ideia de que podem ser o que querem ser”, acrescentou Cavallo. (AFP)

Comentários