Brasil

Tucano Cauê Macris é reeleito presidente da Alesp

Aliado de Doria, ele teve 70 votos, contra 16 de Janaína Paschoal (PSL)
Governador de SP apoiou a reeleição de Cauê Macris. Crédito da foto: Alesp / Divulgação

O deputado estadual Cauê Macris (PSDB) foi reeleito presidente da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) na tarde desta sexta-feira, 15. Ele recebeu o apoio de governistas e de parte da esquerda. Macris teve 70 votos contra 16 de Janaína Paschoal (PSL), 4 de Daniel José (Novo) e outros 4 de Mônica (PSol), da Bancada Ativista.

Os deputados estaduais eleitos por Sorocaba, Maria Lúcia Amary (PSDB), Carlos Cezar (PSB) e Danilo Balas (PSL) estiveram na cerimônia de posse e na votação da Mesa Diretora. Maria Lúcia e Carlos Cezar votaram em favor de Cauê Macris, enquanto Danilo Balas votou na colega de partido, Janaina Paschoal.

Leia mais  Maria Lúcia pede ‘respeito’ para preservar normalidade na Alesp

 

O voto de número 48, a quantidade mínima necessária para a eleição, foi proferido pela deputada Marina Helou (Rede). A fala dela foi muito comemorada pelos apoiadores de Macris.

O clima da votação foi bastante agitado. Isso porque, na véspera, o líder do PSL, Gil Diniz, entrou com uma liminar contra a candidatura de Macris, mas ela foi rejeitada pela Justiça. Ele recorreu. Diniz articulava a candidatura da advogada Janaína Paschoal.

No plenário, os apoiadores de Janaína e Macris entraram em confronto verbal, que, por pouco, não foi físico.

O deputado Arthur Mamãe Falei (DEM) tentou impedir o início da votação. Foi quando começou uma confusão com deputados do PT, entre os quais Teonilio Barba. Houve empurra-empurra e os deputados tiveram de ser apartados. O deputado Campos Machado (PTB), um dos articuladores de Macris, foi um dos responsáveis por separar a briga. (Com informações de Mateus Fagundes e Pedro Venceslau – Estadão Conteúdo)

Comentários

CLASSICRUZEIRO