Brasil

SUS restringe testes de coronavírus a grupos de risco e pessoas com sintomas graves

Nos demais casos, considerados leves, é levado em conta o critério clínico epidemiológico
Segundo o Ministério da Saúde, os testes serão distribuídos de acordo com a produção. Crédito da foto: José Damacena / Agência Brasil

Somente pacientes que integram o grupo de risco e com sintomas graves do Covid-19, o novo coronavírus, que precisarem de internação, serão submetidos ao teste para confirmar a doença no Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo o Ministério da Saúde, como já há transmissão nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro, o número de casos suspeitos tende a aumentar, porém a testagem para coronavírus será feita somente em casos graves, nos pacientes internados.

Nos demais casos, considerados leves, segundo o ministério, é levado em conta o critério clínico epidemiológico. Por exemplo, o médico atendeu, viu que é um paciente jovem, cuidou do pai com coronavírus e apresenta sintomas, o médico notifica como caso da doença.”

Leia mais  Sorocaba registra 31 casos suspeitos de coronavírus

 

Não existe um sistema de saúde no mundo que esteja preparado para ser em massa acionado para testes, diagnósticos, isolamento e internações hospitalares. Estamos vendo países de primeiro mundo tendo problemas graves em relação a colapso de sistemas de saúde. O Brasil tem um sistema minimamente consolidado em cidades de grande porte e estamos procurando aumentar a capacidade instalada desse sistema”, justificou o Governo Federal.

O Ministério da Saúde também anunciou que será publicado um chamamento público para empresas que possam oferecer matéria prima para produção de testes para diagnóstico do coronavírus. Segundo a pasta federal, foram encomendados novos testes para a Fiocruz. A previsão é de que em abril sejam entregues mais 40 mil kits para análise laboratorial do coronavírus. “Esse montante é parte de uma nova remessa, além dos 30 mil disponibilizados inicialmente pela Bio-Manguinhos”, informou em nota.

Os testes, segundo o ministério, serão distribuídos de acordo com a produção. “Até o fim desta semana concluímos a capacitação dos 27 Laboratórios Centrais de Saúde Pública (Lacen) do país e com isso, todos os estados estarão aptos a realizarem a testagem para o coronavírus”, divulgou.

O ministério foi questionado sobre a quantidade de testes disponibilizados ao SUS no Estado de São Paulo, bem como o tempo de espera para o resultado do exame, mas não respondeu tais perguntas. A Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo também foi questionada sobre o uso dos testes, mas não enviou resposta até o momento.

Comentários