Brasil

SP descarta caso de coronavírus em criança, mas investiga novo registro

Seguem em três os casos suspeitos da doença no Estado
SP descarta caso de coronavírus em criança, mas investiga novo registro
Amostra de teste de um caso suspeito do novo coronavírus. Crédito da foto: Marijan Murat / AFP (28/1/2020)

A Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo informou nesta quinta-feira (30) que descartou o caso suspeito de coronavírus em uma criança de 4 anos da capital. Em contrapartida, passou a investigar uma nova possível infecção, de um morador da cidade de Paulínia, no interior do Estado.

Com isso, seguem em três os casos suspeitos da doença no Estado. Além do caso do interior divulgado nesta quinta, dois moradores da capital continuam em análise: uma criança de 6 anos e um adulto de 33.

Os três pacientes passam bem, em quadro estável e estão em isolamento domiciliar, com restrição de contatos com pessoas e ambientes externos, de acordo com a secretaria. O paciente de Paulínia tem 45 anos e esteve na China recentemente.

Após chegar ao Brasil, passou a apresentar febre, tosse, coriza e dificuldades para respirar. Ele foi atendido em hospital privado, onde foram colhidas amostras para exame laboratorial.

Os outros dois casos também têm histórico de viagem à China. O menino de 6 anos voltou do país asiático no dia 19 de janeiro e o homem, no dia 20. O caso da menina de 4 anos foi descartado porque os exames deram positivo para o vírus influenza, da gripe.

Segundo a secretaria, “os familiares dos pacientes estão orientados com relação às medidas necessárias para se prevenirem, como uso de máscaras, higienização das mãos e não compartilhamento de objetos de uso pessoal, bem como sobre os cuidados requeridos para os pacientes, que incluem hidratação e a permanência em casa, sem circulação por outros locais e evitando contato com familiares e amigos, por exemplo”.

Em cinco Estados

Além dos três casos suspeitos em São Paulo, o Ministério da Saúde investiga outros seis possíveis infecções por coronavírus em cinco Estados: Minas Gerais (1), Rio de Janeiro (1), Rio Grande do Sul (2), Paraná (1) e Ceará (1).

Leia mais  Secretaria de Saúde do Rio descarta caso suspeito de coronavírus

 

O surto de coronavírus já infectou mais de 7,8 mil pessoas e matou 170 no mundo. Todas as mortes foram registradas na China, país que responde por 98% das infecções.

Nesta quinta-feira (30), a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou emergência em saúde pública de interesse internacional por causa do surto. (Fabiana Cambricoli – Estadão Conteúdo)

Comentários