Buscar no Cruzeiro

Buscar

Acervo

SP decide se continua com fase emergencial

09 de Abril de 2021

SP decide se continua com fase emergencial O coordenador do Centro de Contingência, Paulo Menezes. Crédito da foto: Vinicius Nunes / Estadão Conteúdo (24/2/2021)

Apesar de o centro de contingência da Covid-19, que inclui 20 especialistas, já ter como certa a recomendação para pelo menos mais uma semana de fase emergencial no Estado de São Paulo, há chances ainda de tudo mudar. O anúncio com a definição deve ser feito hoje até o início da tarde, em coletiva de imprensa da cúpula do governo do Estado.

Alguns secretários e assessores próximos do governador João Doria (PSDB) estão preocupados com “um Estado fechado” desde o dia 6 de março, quando foi decretada a fase vermelha (que evoluiu para a atual). Mais 15 dias de comércio fechado e se chegaria quase às vésperas do Dia das Mães, data de recorde de vendas.

Uma reunião do grupo começou na noite de ontem (8) e a previsão era de que avançasse pela madrugada de hoje. Para integrantes do centro de contingência, sim, houve uma melhora nos números, mas a quantidade de casos, internações e óbitos ainda é muito alta. Fora a taxa de ocupação de leitos de UTI que está em 89%, nada tão animador.

Há ainda a preocupação sobre a mensagem que a saída da fase emergencial pode passar à população. Por mais que não existam tantas mudanças práticas na fase vermelha, o recado pode ser entendido como “já podemos relaxar”.

Mais mortes

O Estado de São Paulo registrou nesta quinta-feira (8), 21.004 novas contaminações pela Covid-19, um aumento do total de casos de 0,82% nas últimas 24 horas, e 1.299 novas mortes, alta de 1,64%. No acumulado de toda a pandemia de coronavírus, o total de casos registrados é de 2.597.366 enquanto os óbitos pela doença somam 80.742. (Da Redação)