fbpx
Brasil

Bombeiros estimam 200 desaparecidos em rompimento de barragem

Rompimento ocorreu na barragem 1 da Mina Feijão, de propriedade da Vale, em Brumadinho, Minas Gerais
Barragem de rejeitos da Vale se rompeu em Brumadinho, Minas Gerais. Crédito da Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros de MG
Barragem de rejeitos da Vale se rompeu em Brumadinho, Minas Gerais. Crédito da Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros de MG

O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais afirmou que cerca de 200 pessoas estão desaparecidas após o rompimento da barragem 1 da Mina Feijão, da mineradora Vale, em Brumadinho no início da tarde desta sexta-feira (25).

Segundo a empresa, a área administrativa, onde estavam funcionários, foi atingida, assim como a comunidade da Vila Ferteco. A lama começa a chegar ao centro do município, pelo leito do Rio Paraopebas, que abastece 6 milhões de pessoas. Por enquanto, quatro pessoas foram socorridas e encaminhadas ao hospital.

Leia mais  Barragem da Vale se rompe em Brumadinho, em Minas Gerais

 

Um sistema de Comando de Operações foi estruturado no Centro Social do Córrego do Feijão, nas proximidades do campo de futebol e da igreja católica da cidade. Em nota, os Bombeiros informaram que “vários órgãos, principalmente de segurança pública, estão no local e em reunião neste momento definindo as estratégias de atendimento”.

O acidente aconteceu na altura do km 50 da Rodovia MG-040. Os Bombeiros enviaram equipes com policiais civis e militares, com enfermeiros e medicamentos, além de cinco aeronaves e um helicóptero. Também foram acionados militares do Batalhão de Emergências Ambientais e Resposta a Desastres (Bemad). (Estadão Conteúdo)

Lama invade parte da cidade de Brumadinho. Crédito da foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação
Comentários