Brasil

Quadrilha furtava relojoarias em São Paulo e Minas

As atividades foram desencadeadas em Presidente Prudente (SP) e nas cidades mineiras Araxá (MG) e Juiz de Fora (MG)

Policiais civis da Delegacia Seccional de Dracena detiveram cinco integrantes de uma associação criminosa especializada em furtos de relojoarias, na terça-feira, durante a operação interestadual Midas.

As atividades foram desencadeadas em Presidente Prudente (SP) e nas cidades mineiras Araxá (MG) e Juiz de Fora (MG).

Mediante investigação, que durou quatro meses, os agentes conseguiram identificar seis suspeitos, sendo quatro homens e duas mulheres, envolvidos em diversos furtos a estabelecimentos ocorridos no Estado.

Entre as ocorrências apurou-se a atuação do grupo em um furto a relojoaria ocorrido no mês de março, na cidade de Dracena. Na ocasião foram subtraídas joias e relógios avaliados em R$ 500 mil.

Em posse das informações, os agentes da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise) e do Centro de Inteligência Policial, da Seccional de Presidente Prudente, cumpriram seis mandados de prisão e sete de busca e apreensão contra a quadrilha, nas três cidades.

Leia mais  SP tem casos da nova variante de Covid

Cinco pessoas foram detidas nos endereços e indiciadas por furto qualificado e associação criminosa. O sexto suspeito não foi localizado e segue como foragido da Justiça. (Da Redação com informações da Secretaria da Segurança Pública)

Comentários