fbpx
Brasil

Porta-voz afirma não ter mísseis apontados para o Brasil

Barros diz que conflitos violentos desta sexta ocorreram longe da fronteira com o Brasil

O porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros, disse que não há informações sobre mísseis apontados para o Brasil. Uma reportagem do site Defesanet, publicada nesta sexta-feira (22), diz que a Venezuela estaria apontando Mísseis S-300 na fronteira com o Brasil. Apesar da insistência sobre o tema, o porta-voz não deu mais detalhes.

Ele também não foi claro ao responder se o País estaria preparado para responder a um possível ataque de Nicolás Maduro. “Nós não conjecturamos poder de combate”, afirmou. Ou seja, o governo não acredita na possibilidade de um conflito.

Barros afirmou ainda que os conflitos violentos desta sexta-feira ocorreram longe da fronteira com o Brasil, a cerca de 45 quilômetros. Soldados venezuelanos abriram fogo contra um grupo de civis que tentava manter aberta uma passagem na região da fronteira entre a Venezuela e o Brasil. Uma mulher e seu marido foram mortos e ao menos outras 15 pessoas ficaram feridas – 4 em estado grave -, segundo autoridades de Gran Sabana, onde aconteceu o incidente.

Leia mais  OEI destaca importância da cultura e da educação para a cidadania

O porta-voz afirmou que os conflitos ocorreram do lado venezuelano e que, do lado brasileiro, há “normalidade das operações”. (Estadão Conteúdo)

Comentários