Brasil

Polícia Federal faz buscas na casa e no escritório de Janot

Um dia após ele declarar um suposto plano para matar o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes
Polícia Federal faz buscas na casa de Janot
Janot é ex-procurador-geral da República. Crédito da foto: Wilson Dias / Agência Brasil (19/6/2017)

A casa e o escritório de Rodrigo Janot foi alvo de buscas da Polícia Federal. A ação foi realizada nesta sexta-feira (27), um dia após ele declarar um suposto plano para matar o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes.

Janot é ex-procurador-geral da República. Essa medida foi decretada de ofício, ou seja, sem provocação do Ministério Público Federal. Ela partiu do ministro Alexandre de Moraes, no âmbito do inquérito das fake news.

Os agentes buscam armas que o ex-procurador teria em seu poder. “Não ia ser ameaça não. Ia ser assassinato mesmo. Ia matar ele (Gilmar) e depois me suicidar”, afirmou Janot ao Estado.

O caso teria ocorrido em maio de 2017, quando o então procurador-geral pediu o impedimento de Gilmar na análise de um habeas corpus de Eike Batista. Janot sustentava que haveria suspeição já que a mulher do ministro, Guiomar Mendes, atuava no escritório Sérgio Bermudes, que advogava para o empresário. (com informações do Estadão Conteúdo)

Leia mais  Temer diz que Janot é 'mentiroso contumaz e desmemoriado'

 

Comentários