Brasil

Filósofo colombiano é indicado para ser o novo ministro da Educação

O nome do professor tem apoio da bancada evangélica, que na véspera vetou o educador Mozart Neves para o cargo

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, anunciou na noite desta quinta-feira (22) pelas redes sociais que o professor colombiano Ricardo Velez Rodriguez será o futuro ministro da Educação. “Gostaria de comunicar a todos a indicação de Ricardo Velez Rodriguez, filósofo autor de mais de 30 obras, atualmente professor emérito da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército, para o cargo de Ministro da Educação”, escreve Bolsonaro no Twitter.

O nome do professor tem apoio da bancada evangélica, que na véspera vetou o educador Mozart Neves para o cargo. À tarde, Bolsonaro se reuniu por três horas na Granja do Torto, em Brasília, com o procurador regional da República no Distrito Federal Guilherme Schelb, que também era cotado para o cargo. Ao deixar o local, Schelb também admitiu ter apoio “muito significativo” da bancada evangélica e reafirmou ser a favor do movimento Escola Sem Partido. (Estadão Conteúdo)

Comentários