Brasil

Estado de SP adota novas medidas contra o novo coronavírus

Museus, bibliotecas, teatros e centros culturais serão fechados por até 30 dias
Estado de São Paulo descarta 10 casos suspeitos de coronavírus
Instituto Adolfo Lutz identificou o genoma em parceria com o Instituto de Medicina Tropical da USP e Universidade de Oxford. Crédito da foto: Governo do Estado de São Paulo

O governo do Estado de São Paulo anunciou na noite deste domingo (15) mais medidas de combate ao novo coronavírus (Covid-19).

Entre as mudanças, ficou definido que a partir do dia 17 de março, todos os funcionários públicos estaduais com mais de 60 anos, excetuando os que trabalham nas áreas de segurança pública e saúde, deverão trabalhar de casa.

Leia mais  Ministério da Saúde atualiza dados e casos de coronavírus chegam a 200 no Brasil

 

A outra medida é o fechamento, também a partir do dia 17 de março, de museus, bibliotecas, teatros e centros culturais do Estado de São Paulo por até 30 dias.

Também foi recomendado para o setor privado de entretenimento – teatros, cinemas, casas de espetáculo e etc – que mantenham os estabelecimentos fechados por até 30 dias.

Por fim, foi definido que todos os 153 Centros de Convivência do Idoso ficarão fechados por 60 dias.

As mudanças foram definidas em reunião entre o governador João Doria, o vice-governador, Rodrigo Garcia, o coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus, David Uip, o secretário de Saúde, José Henrique Guermann e os secretários de Comunicação, Cleber Mata, e de Relações Internacionais, Julio Serson.

Comentários