Brasil Covid-19

Doria rebate OMS e fala em avanços na produção da vacina contra Covid-19

Segundo o governador, a produção da vacina pelo Instituto Butantã deverá começar a partir de novembro
Crédito da foto: Governo do Estado de São Paulo

Diante da declaração do chefe da Organização Mundial da Saúde, Tedros Adhanom Ghebreyesus, de que ‘talvez nunca exista’ uma vacina contra covid-19, o governador João Doria (PSDB) afirmou que “é preciso ter um pouco de otimismo realista”.

De acordo com a OMS, há 164 vacinas em desenvolvimento. 25 estão em fase clínica e 139 em pré-clínica. Uma delas é a Coronavac, que está em fase de testes em humanos no Brasil e é uma parceria do Instituto Butantã com a empresa chinesa Sinovac Biotech. Ao todo, nove mil voluntários, somente profissionais de saúde, vão receber a vacina em 11 centros de pesquisa.

Segundo o governador, a produção da vacina pelo instituto deverá começar a partir de novembro.  (Estadão Conteúdo)

Comentários