Brasil

Ceará convocará militares da reserva para reforçar segurança

Governo planeja convocar até 1,2 mil policiais e bombeiros militares para enfrentar onda de ataques
Forças de segurança do Ceará.  Crédito da Foto: José Cruz/Agência Brasil
Ceará convocará militares da reserva para reforçar segurança. Crédito da Foto: José Cruz/Agência Brasil

O governo do Ceará planeja convocar até 1,2 mil policiais e bombeiros militares da reserva para reforçar o patrulhamento nas ruas e, assim, enfrentar a onda de ataques criminosos no estado, que chegou nesta segunda-feira (14) ao 13º dia.

A convocação dos militares da reserva é parte das medidas aprovadas pela Assembleia Legislativa e sancionadas, no domingo (13), pelo governador Camilo Santana.

Leia mais  Moro autoriza uso de Força Nacional no Ceará após madrugada de ataques

 

Além da convocação emergencial de militares reformados nos últimos cinco anos, aprovados nos exames de saúde e físicos, as novas leis de enfrentamento à violência e ao crime organizado permitem que o governo estadual amplie de 48 horas para 84 horas a quantidade máxima de horas extras que policiais, bombeiros e agentes penitenciários são autorizados a fazer mensalmente.

As medidas, já em vigor, também possibilitam ao Poder Executivo cearense assinar convênios com a União e com outras unidades da federação para a cessão de policiais; estabelece regras de restrição ao uso do entorno dos presídios para prevenir fugas e garantir mais segurança, e autoriza o governo a pagar por informações que resultem na prisão de bandidos ou evitem ataques criminosos.

Segundo a Secretaria Estadual da Segurança Pública e Defesa Social, 358 suspeitos de participar dos ataques a prédios públicos, ônibus e obras de infraestrutura foram presos ou apreendidos até esta manhã. Desde o começo dos ataques, no último dia 2, as forças de segurança pública também vêm apreendendo armas e explosivos. Só na tarde do último sábado (12), cerca de cinco toneladas de explosivos foram encontradas em um depósito clandestino.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) também confirmou que enviará mais policiais rodoviários para o estado a fim de reforçar as ações da superintendência cearense. A quantidade de agentes e a data que eles chegarão ainda estão sendo definidas, segundo a assessoria do órgão subordinado ao Ministério da Justiça. Será o segundo grupo de policiais rodoviários federais deslocado para se somar ao efetivo local. (Alex Rodrigues – Agência Brasil)

Comentários