Brasil

Bahia tem terremotos pelo terceiro dia seguido

Os tremores registrados nesta terça foram considerados de baixa magnitude
Cidade de Amargosa foi um dos epicentros dos tremores de terra na Bahia. Crédito da Foto: Divulgação / UFRB

Foram registrados três novos tremores nesta terça-feira (1º), na Bahia, segundo o Laboratório Sismográfico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Os terremotos aconteceram em Amargosa e Santo Antônio de Jesus, e foram sentidos também em São Miguel das Matas — todas cidades do Recôncavo.

O primeiro tremor foi registrado às 3h32, em Amargosa. Às 6h30, moradores dizem ter sido acordados por um novo tremor. Oficialmente, o segundo terremoto foi registrado somente às 6h37, em Santo Antônio de Jesus, e o terceiro, às 10h25, novamente em Amargosa. Os abalos sísmicos tiveram, respectivamente, magnitudes, de 1.8, 2.24 e 1.96. Os tremores registrados nesta terça foram, novamente, considerados de baixa magnitude na Escala Richter.

Desde domingo, 30, já são 16 tremores de terra registrados em Amargosa, considerada uma região sismogênica — mais propensa a ter abalos de terra, segundo sismólogos. É possível que o tremor sentido em São Miguel das Matas seja resultado do abalo em Amargosa (cidade 23 km distante), já que as ondas sísmicas percorrem uma distância e se fazem sentir em outros locais, até perder velocidade e força.

Leia mais  Eleitor tem 60 dias para justificar ausência em votação

A cidade de Corta Mão é considerada epicentro dos terremotos, segundo o Laboratório da UFRN. No domingo, o terremoto mais forte teve magnitude de 4,6 – capaz de rachar paredes, danificar telhas e sacudir prateleiras. (Estadão Conteúdo)

Comentários
Assuntos