Brasil Covid-19

Adesão da população ao isolamento cai no estado de SP

Os dados de Sorocaba ainda não foram divulgados pelo governo
Adesão da população ao isolamento cai no estado de SP
Trecho da avenida Paulista, em São Paulo. Crédito da foto: Roberto Parizotti / Fotos Públicas (5/4/2020)

O Sistema de Monitoramento Inteligente (Simi-SP) do Governo de São Paulo revela que caiu a adesão da população do estado às medidas de isolamento social para o combate ao novo coronavírus. Segundo o SIMI-SP, o índice de isolamento social recuou 13% em quase uma semana, de 54%, em 3 de abril, para 47%, em 9 de abril.

O ápice do indicador, de 59%, foi alcançado no último dia 5 de abril. Os dados de Sorocaba não foram divulgados.

No momento, há acesso a dados referentes a 40 cidades. O sistema é atualizado diariamente para incluir informações de municípios com população a partir de 30 mil habitantes.

Adesão ideal

De acordo com o Centro de Contingência do coronavírus em São Paulo, a adesão ideal para controlar a disseminação do coronavírus é de 70%. Na quinta-feira (9), o governador de São Paulo, João Doria, afirmou que se o índice de isolamento não subir para um porcentual entre 60% e 70% neste final de semana, o Estado adotaria medidas mais rígidas a partir de segunda-feira (13/03) para que as pessoas fiquem em casa, como multas e prisão.

De acordo com os dados do Ministério da Saúde, o Estado de São Paulo lidera o ranking de casos de coronavírus no Brasil, com 8,216 mil ocorrências. Até o momento, já foram registrados 540 óbitos.

Há uma semana, eram 4,048 mil casos e 214 mortes. Se a taxa de adesão ao isolamento social continuar baixa, o número de leitos disponíveis no sistema de saúde não será suficiente para atender a população.

Leia mais  Sorocaba mantém número de casos da Covid-19 após 10 dias de crescimento

 

O Simi-SP é viabilizado por meio de acordo com as operadoras de telefonia Vivo, Claro, Oi e TIM para que o Estado possa consultar informações agregadas sobre deslocamento nos 645 municípios paulistas. O governo de São Paulo tem usado os dados para indicar tendências de deslocamento e apontar a eficácia das medidas de isolamento social. (com informações do Estadão Conteúdo)

Comentários