Buscar no Cruzeiro

Buscar

Acervo

Chevrolet Spin 2019 ganha novo visual e duas novas configurações

07 de Julho de 2018

Adalberto Vieira

[email protected]

A Chevrolet está praticamente relançando a minivan Spin, que passou por um bom face-lift e agora a marca classifica o veículo como um crossover, tanto que passou a chamar de "o" Spin. Essa confusão de gênero não atrapalha o fato de que as mudanças visuais foram importantes e deram alguma graça ao modelo que sempre foi duramente criticado pelo seu visual. A versão mais aventureira, a Activ, perdeu aquele estepe externo, motivo de reclamações e de barulho.

O capô ganhou maior inclinação, melhorando a aerodinâmica. Os faróis, agora mais afilados e com opção de luz de condução diurna em LED, combinam bem com o novo para-choque. A traseira também foi remodelada. O Spin traz agora um aerofólio na parte superior da tampa, a janela ganhou contornos mais envolventes e novas lanternas, também afiladas.

O Spin 2019 chega com sete configurações, sendo duas inéditas: uma automática em versão mais acessível e uma aventureira com opção de sete lugares. A segunda fileira de bancos deslizante é outra novidade. O interior também ficou mais refinado e o quadro de instrumentos é agora igual ao do Chevrolet Tracker. Saídas do ar-condicionado, porta-luvas, moldura da central multimídia e comandos como o dos vidros, travas e retrovisores elétricos foram atualizados pensando também na ergonomia.

Motorização e opções de câmbio continuam os mesmos. O carro é movido pelo tradicional motor Flex 1.8 ECO que rende até 111 cv quando abastecido com etanol. O torque é de 17,7 kgfm e a transmissão pode ser automática ou manual, ambas com seis velocidades. A Chevrolet recalibrou a transmissão automática tornando as trocas de marcha mais lineares. Segundo o fabricante, o Spin Activ7 acelera de 0 a 100 km/h em até 11,3 segundos e de 80 a 120 km/h em até 9,7 segundos, enquanto o consumo urbano é de 10,3 km/l (G) e 7,0 km/l (E) e o consumo rodoviário é de 12,0 km/l (G) e 8,3 km/l (E), de acordo com dados do Inmetro. Já o Spin LTZ (MT6), por exemplo, acelera de 0 a 100 km/h em até 10,2 segundos e de 80 a 120 km/h em até 11,7 segundos, enquanto o consumo urbano é de 10,4 km/l (G) e 7,8 km/l (E) e o consumo rodoviário é de 13,2 km/l (G) e 9,0 km/l (E).

A versão de entrada, a LS, custa R$ 63.990 e só é vendida com câmbio manual. A versão LT manual custa R$68.890 e a LT com câmbio automático, R$ 69.990. A versão LTZ sai por R$ 78.490 (manual) e R$ 81.990 com câmbio automático. A versão aventureira Activ custa R$ 79.990 (manual) e R$ 83.490 (automático).

O veículo já está chegando aos concessionários e tem três anos de garantia. Ele evoluiu significativamente e é uma boa opção para quem precisa de um veículo de sete lugares e não quer pagar uma fortuna por isso.