Agenda Metropolitana

Salto tem semana recheada de atividades culturais

Opções com entrada gratuita ou a preços populares variam de teatro a humorístico, música, exposições e balé

Marinaldo Cruz Filho

Quem aprecia arte tem muitos motivos para visitar Salto nesta semana. A cidade da Região Metropolitana de Sorocaba (RMS) oferece uma programação recheada de bons espetáculos de música, teatro e balé, além de duas exposições com entrada gratuita. Confira as opções:

Gala Anual Ballet Paulo Matulevicius, nesta quarta-feira, reúne trabalhos premiados e novos do corpo de baile, além da participação de academias convidadas
Gala do Ballet Matulevicius, nesta quarta-feira, reúne obras premiadas e novas, além de academias de Salto (DIVULGAÇÃO)

 

Balé de gala

O fim de semana cultural em Salto começa já na quarta-feira (7), no Centro de Educação e Cultura Anselmo Duarte. A Sala Palma de ouro recebe às 20h, a Gala Anual Ballet Paulo Matulevicius. O espetáculo reúne trabalhos premiados e novos do corpo de baile, além da participação de academias convidadas.

Os ingressos custam R$ 30,00 (inteira); R$ 15,00 (meia-entrada) e R$ 15,00 (promocional, que permite a todos pagarem meia-entrada). A classificação é livre e os ingressos devem ser adquiridos na bilheteria do teatro. O atendimento é de terça a sexta-feira das 15h às 20h30 e aos sábados, domingos e feriados com duas horas de antecedência.

A Sala Palma de Ouro fica na rua Prudente de Moraes, 580, no centro de Salto. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 4602-8693.

Na quinta-feira (9), o Núcleo Rebote apresenta o espetáculo de dança (In)Fluência do Jazz, com entrada é gratuita
Na quinta-feira (9), o Núcleo Rebote apresenta o espetáculo (In)Fluência do Jazz, com entrada é gratuita (FOTO: DIVULGAÇÃO)

 

(In)Fluência do Jazz

Na quinta-feira (8), o destaque da programação cultural em Salto é o projeto (In)Fluência do Jazz. O espetáculo de dança também é apresentado na Sala Palma de Ouro, a partir das 20h. O show é uma realização do Programa de Ação Cultural (ProAC), por meio do Núcleo Rebote. A entrada é gratuita.

O espetáculo (In)Fluência do Jazz é uma obra de dança contemporânea, cujo foco é a improvisação a partir do ritmo musical. Dois dançarinos criam a coreografia em cena, juntamente com um instrumentista. Os artistas buscam não somente dançar a música, mas compor com ela.

Leia mais  Tietê recebe o 9° Encontro de Carros Antigos no fim de semana

A proposta é dialogar com os mais diversos estilos de jazz por meio de abordagens totalmente improvisadas. De acordo com o Núcleo Repote, o espetáculo junta a história, o dinamismo e a improvisação do jazz para o corpo e para a cena.

Com duração de 50 minutos, o show tem classificação livre para todos os públicos.

Os ingressos devem ser retirados uma hora antes da apresentação na bilheteria do teatro.

O atendimento é de terça a sexta-feira das 15h às 20h30 e aos sábados, domingos e feriados com duas horas de antecedência.

A Sala Palma de Ouro fica na rua Prudente de Moraes, 580, no centro de Salto. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 4602-8693.

“A Poesia do Ser” reúne obras da artista e arquiteta Odiléia Setti Toscano até 25 de agosto
“A Poesia do Ser” reúne obras da artista e arquiteta Odiléia Setti Toscano até 25 de agosto no Museu de Salto (REPRODUÇÃO)

 

‘A poesia do ser’

O Museu de Salto Ettore Liberalesso, em Salto, abre nesta quinta-feira (8), às 20h, a exposição “A Poesia do Ser”. A mostra que reúne obras da artista e arquiteta Odiléia Setti Toscano pode ser visitada até 25 de agosto, na Sala Giuseppe Verdi. A abertura oficial conta com show musical do grupo Os Mais Novos. O espetáculo mistura sons e timbres ao sangue do MPB brasileiro. A entrada é franca.

A exposição apresenta um amplo legado de produção cultural nas mais diversas áreas da criação. Os destaques são arquitetura, urbanismo, paisagismo, design, artes plásticas e ilustração.

As obras mais conhecidas de Odiléia e que geram grande visibilidade são os murais na rede de Metrô de São Paulo.

Há trabalhos nas estações Jabaquara, Santana, São Bento e Paraíso. Os trabalhos fazem parte da iniciativa de democratização e acesso a arte que aconteceu nos anos 1990, chamada “Arte no Metrô”.

Leia mais  Terça-feira (15) tem chorinho de graça em Tatuí

No total estarão expostas 80 obras originais da renomada artista em diversas fases, períodos e técnicas. Elas dialogam com 13 obras realizadas em recortes de papel colorido de seu pai, Orlando Setti.

Além das obras, os visitantes ainda poderão ter acesso a outras informações sobre a artista, como pesquisa curatorial, uma linha cronológica e entrevistas em áudio visual.

O endereço do Museu da Cidade de Salto Ettore Liberalesso é rua José Galvão, 104, no Centro. A exposição fica aberta ao público de terça-feira a domingo, das 9h às 17h.

Em “Constrangedor”, Jonathan Nemer aborda o cotidiano das pessoas que trazem algum tipo de constrangimento
Em “Constrangedor”, Jonathan Nemer aborda o cotidiano das pessoas que trazem algum tipo de constrangimento (DIVULGAÇÃO)

 

Simplesmente ‘Constrangedor’

A linguagem artística muda para o teatro na sexta-feira (9), quando Salto recebe o ator Jonathan Nemer para apresentar a peça “Constrangedor”. O espetáculo também é apresentado no palco da Sala Palma de Ouro e no horário em que o público já está habituado, às 20h.

Em seu novo show, Nemer aborda temas ligados ao cotidiano das pessoas que trazem algum tipo de constrangimento. “Na vida, passamos por diversas situações constrangedoras. A diferença é que podemos passar por elas constrangidos, dando risada, ou os dois ao mesmo tempo”, comenta o ator.

A peça mostra situações que todos já viveram, vivem ou um dia ainda viverão. Isso motiva a natural identificação do público, que se sente personagem das piadas.

Segundo o ator, o roteiro não inclui palavrões nem gestos de dupla interpretação. Por isso, “Constrangedor” segue na contramão do que há de comum no stand up e é livre para todas as idades.

O preço dos ingressos varia de acordo com a proximidade com o palco. Na plateia vip, poltronas localizadas nas cinco primeiras fileiras, o ingresso inteiro custa R$ 100; meia entrada e ingresso solidário (com a doação de 1 kg de alimento não perecível) podem ser adquiridos por R$ 50.

Leia mais  GCM de Salto flagra três casos de tráfico no mesmo bairro em dois dias

Na plateia, o valor da entrada inteira é R$ 50; meia-entrada e ingresso solidário custam R$ 35.

Os ingressos devem ser adquiridos na bilheteria do teatro. O atendimento é de terça a sexta-feira das 15h às 20h30 e aos sábados, domingos e feriados com duas horas de antecedência.

A Sala Palma de Ouro fica na rua Prudente de Moraes, 580, no centro de Salto. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 4602-8693.

“CEC 10 anos” reúne 80 fotografias de espetáculos e eventos realizados na Sala Palma de Ouro
“CEC 10 anos” reúne 80 fotografias de espetáculos e eventos realizados na Sala Palma de Ouro (DIVULGAÇÃO)

 

CEC 10 anos

Outra atração cultural em Salto é a exposição “CEC 10 anos”. Ela pode ser vista até 18 de agosto, no foyer da Sala Palma de Ouro. A mostra reúne 80 fotografias de espetáculos e eventos realizados na primeira década do Centro de Educação e Cultura Anselmo Duarte.

Os trabalhos são de Álvaro Scalet Júnior, Márcia Spinozzi, Eliane Grego, Geraldo Betiol, José Gaspar Brunelli, Omar Melussi e José Adilson Singulani. A entrada é franca.

A exposição pode ser conferida de terça a sexta-feira, das 15h às 21h. Nos finais de semana o foyer fica aberto próximo aos horários dos espetáculos.

Serviço

Salto fica no extremo norte da Região Metropolitana de Sorocaba (RMS), a oito quilômetros de Itu, a 40 quilômetros de Sorocaba e a 70 quilômetros de Iperó.

Detalhes sobre a programação cultural podem ser obtidos no site da Prefeitura de Salto.

*Com informações da Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Salto.

Confira mais notícias da Região Metropolitana de Sorocaba (RMS) na Agenda Metropolitana e na página Sorocaba de Todos

Comentários

CLASSICRUZEIRO