SOROCABA E REGIÃO

Governo admite que problema na merenda escolar é antigo


A Prefeitura de Sorocaba comentou pela primeira vez o que trata como "prováveis" irregularidades nos pagamentos feitos às empresas que administram a merenda escolar na rede municipal. Se até então a administração municipal informava apenas a existência de pagamentos duplicados referentes ao mês de outubro e já restituídos, agora o governo reconhece a existência de falhas anteriores. Questionada sobre as declarações do ex-secretário Alexandre Hugo de Morais, por meio de nota, a Prefeitura voltou a dizer que o caso está sob investigação da Corregedoria e da Seaban.

As empresas que mantêm contrato com a Prefeitura para o fornecimento da merenda escolar também foram procuradas pelo Cruzeiro do Sul e questionadas sobre os motivos pelos quais os produtos já fornecidos pela agricultura familiar não foram descontados de suas notas fiscais. Por meio de nota, a AEX Alimenta Comércio de Refeições e Serviços Ltda disse que "vem honrando com o contrato nos termos dispostos no edital" e que "os pagamentos realizados pelo Município correspondem ao preço mínimo relativo ao serviço, motivo pelo qual não se reputa ter havido pagamento em duplicidade relativo aos itens da agricultura familiar". A empresa diz ainda ter prestado esclarecimentos à corregedoria e se comprometido a restituir "eventuais diferenças" em favor do Município.

Já a Pack Food, a outra responsável pelo serviço na cidade, se limitou a dizer que "já prestou esclarecimentos à Corregedoria, não tendo mais nada a declarar".



comments powered by Disqus