CULTURA

Desfile das escolas de samba de Sorocaba será no dia 13


O desfile das escolas de samba de Sorocaba será no dia 13 de fevereiro, conforme acordado nesta quinta-feira (11) em reunião entre os representantes das escolas e a Secretaria de Cultura e Turismo de Sorocaba (Secultur). O evento -- que contará com participação de cinco agremiações -- terá início às 19h com a corte carnavalesca, e a primeira escola entrará na passarela que será instalada na avenida Engenheiro Carlos Reinaldo Mendes às 20h.

De acordo com Edimilson Chelles Martins, coordenador de Eventos da Secultur, estão confirmadas as participações das escolas Unidos do Cativeiro, Furiosa Real, Gaviões da Fiel, Mocidade Independente e Terceiro Centenário, que retorna ao Carnaval sorocabano após hiato de 24 anos. "Serão 45 minutos de desfile para cada agremiação e mais 5 minutos para preparar a próxima, totalizando 50 minutos entre uma escola e outra. A última entrará na avenida às 23h20", afirmou Chelles.

Este ano participam do desfile metade do total de dez escolas que foram à avenida em 2017. A Estrela da Vila e a 28 e Setembro disseram que o motivo de suas desistências foi a falta de apoio financeiro. Por esse mesmo motivo, de falta de verba, é que o evento não terá caráter competitivo, pois as escolas não têm recursos financeiros para custear contratação de jurados e pagamentos dos prêmios.

A entrada para o desfile será gratuita, mas pede-se a colaboração da população com um quilo de alimento não-perecível ou um litro de leite, para doação ao Fundo Social de Solidariedade (FSS).

Prévia da agenda

Logo no dia 28 de janeiro, último domingo do mês, Sorocaba já vai entrar no clima de Carnaval. Nessa data haverá a eleição da corte do Carnaval. Conforme o coordenador de Eventos da Secultur, Edimilson Chelles, o local e horário ainda serão definidos.

No domingo seguinte, dia 4 de fevereiro, terá o lançamento dos sambas-enredo.

Novamente no próximo domingo, dia 11, terá um evento envolvendo o ensaio das baterias. "A ideia é convidar os blocos da cidade para participarem, assim como escolas de Votorantim, o grupo Felicidade Down, idosos que vivem em casas de repouso, etc.", complementa.

Chelles informa ainda que terá intervenção com as escolas em 15 feiras livres da cidade. "Com o objetivo de divulgar que o Carnaval da cidade está vivo e vai acontecer."

Além dos desfiles, a Secultur também planeja cerca de 40 ou 50 ações externas, como oficinas, matinês e atividades em entidades beneficentes.

Uma nova reunião entre escolas e membros da Secultur será realizada na próxima segunda-feira, dia 15. Na ocasião serão definidas que atividades serão feitas e em quais espaços.



comments powered by Disqus