ARTIGOS

Quem escoiceia se desumaniza


Geraldo Bonadio


Simões Lopes Neto registra, nos "Casos gauchescos", esta sábia recomendação: Não te apotres que domadores não faltam.

Quem vive distribuindo coices físicos ou verbais naqueles que o rodeiam, antes do que espera topará com um amansador que -- metaforicamente -- o cortará de esporas, forçando-o a perder as baldas de burro xucro ou cavalo de rodeio. É recomendável permanecer alerta e, mesmo diante de provocações grosseiras e imotivadas, impedir que as emoções o encabrestem, levando-o a partir para cima de quem o espicaça.

Ocasiões existem em que as pontas soltas são tantas e parecem se multiplicar segundo a segundo, que o fazem sentir-se como motorista de carro sem suspensão, a rodar numa estrada cheia de buracos.

Você determinou a alguém a execução urgente de uma tarefa, mas, ainda que muito clara e objetiva, sua ordem foi ignorada, cumprida com atraso ou de modo imperfeito. Num momento em que é essencial fidelizar os clientes, um dos mais importantes ganhou um chá de cadeira de um recepcionista desatento. E o dia ainda mal começou...

Em momentos assim é explicável que se sinta tentado a sair distribuindo coices a todos os que estejam ao seu alcance. Explicável, mas injustificável e contraproducente. O preço de liderar é ser testado continuamente e de forma imprevista. Faça, de cabeça fria e sem perder o domínio de si, aquilo que precisa ser feito: reordene as coisas, retome o comando da situação, desaponte os que torcem pelo jacaré e, contra toda expectativa "realista", salve o dia e leve as coisas a bom termo. Se o fizer, o que parecia ser o pior dia de sua vida, terminará por engrandecê-lo e será lembrado como um ponto alto de sua carreira.

A borrasca que faz trepidar o barco não é um castigo de Deus e sim uma chance excepcional que ele lhe concede de revelar-se como timoneiro capaz de encarar a tormenta como reles tempestade em copo d"água.

"Sem reflexão nem o zelo é coisa boa, e quem acelera os passos tropeça."

Provérbios 19:2 Bíblia de Aparecida
Geraldo Bonadio é jornalista. geraldo.bonadio@gmail.com



comments powered by Disqus