ARTIGOS

Um bom momento para crescer


Geraldo Bonadio

Fisicamente crescemos até um dado momento da vida. Mental e espiritualmente podemos -- e devemos -- crescer ao longo de toda nossa vida. Seres em processo, inacabados, recebemos de Deus, como suprema tarefa de nossas existências, a incumbência de nos completarmos através do esforço próprio.

Admitir as próprias imperfeições, reconhecer a existência dos próprios defeitos é um gesto de sabedoria. Conformar-se com eles, deixando de lado qualquer esforço no sentido de mudar para melhor, é uma grande tolice.

Ocorre que só podemos melhorar de verdade, em nossas relações com Deus e com os demais seres humanos, na medida em que mais e mais nos deixamos penetrar pela força transformadora do amor.

O ódio, a mesquinhez, as rixas, as violências, os ressentimentos travam o desenvolvimento do seu espírito, mas não ficam nisso: submetem-no a um encolhimento espiritual, fazem com que fique moralmente menor.

Aproxima-se um novo ano. É um bom momento para eliminar do seu coração os sentimentos que o aviltam aos seus próprios olhos e gerar condições para a retomada de seu crescimento interior.

Em seus momentos de oração, peça ao Senhor que o ajude a crescer continuamente na caridade, na compreensão e na misericórdia, convicto de que tal crescimento lhe permitirá realizar plenamente suas potencialidades e atingir a estatura espiritual que ele espera vê-lo alcançar.

"Minha oração por vocês é que tenham ainda mais amor -- amor cheio de conhecimento e de todo sábio discernimento. Quero que vocês sempre sejam capazes de reconhecer o que é mais elevado e melhor, tendo uma vida sincera e sem culpa até o dia de Cristo. Quero que a vida de vocês seja repleta de verdadeira bondade, gerada pelo poder que Jesus Cristo lhes dá para a glória e o louvor de Deus."

Paulo aos Filipenses 1:9-11 Cartas para Hoje
Geraldo Bonadio é jornalista. geraldo.bonadio@gmail.com



comments powered by Disqus