ARTIGOS

Concerte e conserte


Geraldo Bonadio
Não importa em que circunstâncias ou através de quais meios o Pai o chamou, no mundo desconcertado e desconcertante em que vivemos, a restaurar o que se quebrou, reagrupar o que se apartou, reconduzir ao lugar certo o que se extraviou. O certo é que a missão lhe foi confiada.

De início você nem se deu conta de que, ao criar condições para que sucedesse, numa função qualquer, um colega a quem foram confiadas outras tarefas, o Deus Eterno lhe deu a chance de recompor umas tantas vidas quebradas, resgatar a dignidade e o respeito de alguns que as perderam e apontar discretamente, mais pelo gesto do que pela palavra, a quem passou a mover-se em círculos, os meios e modos de reencontrar o rumo perdido.

No mundo de hoje são muitos que, por não haverem nunca provado a satisfação de construir, a alegria de recuperar, o júbilo de reerguer, comportam-se, em relação às pessoas ao seu redor como uma máquina de demolir autoconfianças, implodir serenidades, aniquilar no outro a paixão pela vida.

Que tristes papéis. Tais pessoas não atentam para o fato de que, mais à frente, sentir-se-ão esmagadas pelas ruínas morais e emocionais que produziram.

Bem outra é a tarefa à qual o Pai o convoca. Ele quer vê-lo caminhando nas pegadas de Jesus, estendendo a mão aos caídos, levando conforto aos desolados, aliviando a miséria dos paupérrimos, sempre unido a ele pela oração e pelo estudo da Palavra, de tal modo que possa um dia, mudando o que deve ser mudado, dizer, como o personagem da canção de Vandré: "Eu vivo pra consertar."

"Se o mundo odeia vocês, lembrem que ele me odiou primeiro. Se vocês fossem do mundo, o mundo os amaria por vocês serem dele. Mas eu os escolhi entre as pessoas do mundo, e vocês não são mais dele. Por isso o mundo odeia vocês. Lembrem do que eu disse: "O empregado não é mais importante do que o patrão". Se as pessoas do mundo me perseguiram, perseguirão vocês (...)"

Evangelho de João 15:18-20
Nova Tradução na Linguagem de Hoje
Geraldo Bonadio é jornalista. geraldo.bonadio@gmail.com



comments powered by Disqus