Nas lentes do conhecimento

Sebastião Salgado, o primeiro brasileiro na Academia de Belas Artes da França


O Brasil e os fotógrafos do mundo inteiro estão orgulhosos, o renomado mineiro de Aimorés, Sebastião Salgado, exilado pela ditadura militar e fazendo de sua nova residência a Cidade Luz (Paris), nos seus ativos 73 anos entre o fotojornalismo e obras sociais, tornou-se o primeiro brasileiro a entrar na Academia de Belas Artes da França. A mais prestigiada academia de artes do mundo.
 
A cerimônia de posse da cadeira, que já pertenceu ao fotografo Lucien Clergue (1934-2014), ocorreu nesta última quarta-feira (06/12/2017) em Paris.
 
A Academia é composta por 52 cadeiras e possui somente 4 cadeiras reservadas a fotógrafos, criadas a pouco menos de 10 anos. O brasileiro ainda não esquentou o seu lugar, mas já mostrou o seu lado guerreiro e idealista que sempre marcaram sua vida e obras maravilhosamente compostas em P&B, prometendo lutar por aumentar a representatividade da fotografia na Academia Francesa com mais duas cadeiras.  
 
Parabéns Sebastião Salgado, todas as honrarias do passado, presente e futuro são merecidas, um fotógrafo brasileiro que é primeiro em muitas coisas boas.



comments powered by Disqus