A vida chama

Um mantra cheio de vida!


Há treze anos, vivi uma situação de quase-morte. Foi uma baita rasteira da vida. Fiquei sem chão e minhas asas não tinham forças para voar. Óbvio que, como pobre mortal, em choque, paralisei. E, durante um bom tempo caminhei em círculos, inconscientemente, tentando – em vão - encontrar o que havia perdido. 
 
É muito difícil dar sentido ao incompreensível e acolher o inaceitável. Mas uma voz lá no fundo me dizia que eu tinha muitos motivos para reunir todas as minhas forças e voltar para os trilhos. É, a morte zombou de mim, me espezinhou. Só que também me trouxe um grande presente. Vivenciar a impermanência fez com que eu passasse a olhar a vida com muito mais atenção. E valorizasse cada detalhe.
 
Foi nessa época em que eu criei a hastag #avidachama. Ela passou a acompanhar fotos que eu tirava no meio desse “caos”. Eu pinçava situações positivas em meu dia a dia, em cenários nem sempre favoráveis. Era uma espécie de ironia consciente para alimentar o desejo de enxergar a beleza da vida, mesmo quando não acreditava nessa possibilidade. Só que apurar este olhar me ajudou muito. Aos poucos, minhas asas foram recuperando a força. Mais do que minha marca registrada, “a vida chama” se transformou em meu mantra. E a vida voltou a pulsar dentro de mim.


Aos poucos, minhas asas recuperaram a força.  - Foto: Carol Teramoto Aos poucos, minhas asas recuperaram a força. - Foto: Carol Teramoto

A partir de hoje, estarei neste espaço, e o blog só poderia ser batizado com este nome. Minha proposta é gerar reflexões sobre comportamentos e sentimentos, utilizando pequenos recortes do meu próprio cotidiano. Pretendo escrever não apenas como jornalista e psicanalista. Mas também como cidadã, mulher, filha, amiga, esportista, e, principalmente, como um ser humano atento à beleza da vida. Tem muita coisa boa acontecendo. Todos os dias. E a gente precisa apurar nosso olhar e colocar luz na escuridão. Isso é vital para a nossa alma!
 
Tudo o que eu escrever aqui, tenha certeza, virá do meu coração e com um desejo imenso de atingir, de alguma forma, o seu. Então leia. Reflita. E, principalmente, interaja comigo. Conto com sua energia e participação para manter esse mantra bem forte. Cheio de vida! 
 
Rita Bragatto é psicanalista e jornalista
Email: rita.bragatto@gmail.com
Facebook: https://www.facebook.com/rita.bragatto.escritora/



comments powered by Disqus