ARTIGOS

Condomínios são mais seguros para crianças?


Com a ausência de espaços públicos seguros, dotados de estrutura e grandes espaços para crianças e adolescentes brincarem e socializarem livremente, muitos pais abandonaram as casas de ruas de grandes e médias cidades e buscaram como opção os condomínios verticais e horizontais. Mesmo quando o casal recém-formado planeja uma nova moradia, já se programa pensando no crescimento da família e no tempo que passam fora da residência, por causa do trabalho e do trânsito das grandes cidades. Tudo isso porque, infelizmente, o planejamento urbano das cidades ainda não incorpora a necessidade total de segurança e lazer das famílias.
 
As famílias que escolhem morar em condomínios se esforçam para ficar livres da violência, acidentes e tantos outros acontecimentos infelizes do dia a dia. Um dos motivos dos pais se sentirem mais seguros em relação a seus filhos morarem em condomínio é o fato de usufruírem de uma portaria -- com profissionais treinados -- que controla a entrada e saída de pessoas e carros, circuitos de câmeras e, em alguns casos, profissionais que trabalham como segurança, representando maior garantia e menos riscos aos pequenos. Outra razão que leva os pais a optar por locais assim é o pensamento no bem-estar das crianças, que precisam de um bom espaço para brincar.
 
De fato, em qualquer lugar a garotada precisa de cuidado especial para evitar imprevistos indesejáveis como acidentes, doenças, entre outras coisas. Por isso, é necessário ficar atento e ter a certeza de que o dinheiro investido neste conforto -- dos prédios e vilas residenciais -- está sendo mesmo revertido em cuidados necessários para que os pequenos estejam sempre seguros, possam brincar e viver a infância com qualidade.
 
A área de lazer é um dos locais preferidos das crianças, pois são nos playgrounds que passam horas brincando. Por isso as caixas de areia e os brinquedos precisam ser constantemente cuidados e higienizados, para que não se tornem agentes contaminadores de doenças, vírus e bactérias -- tampouco locais em que se machuquem. Daí a necessidade de se prezar também pela limpeza e manutenção. Logo, todas as áreas do condomínio, incluindo as áreas de lazer, merecem muita atenção quanto à limpeza, pois é fundamental para a saúde tanto das crianças quanto dos adultos.
 
Os moradores, administradores e síndicos dos condomínios devem, portanto, valorizar a limpeza e manutenção profissional e, ao terceirizar estes serviços, reconhecem a importância da especialização, pois sabem sobre a extrema importância de preservar a saúde da família como um todo e também do patrimônio dos condôminos.
 
Por isso, mesmo morando em condomínios, é necessária a atenção com a garotada. Os pais devem se lembrar que crianças de até 10 anos não devem ficar muito tempo distantes ou andar sozinhas, pois podem sofrer acidentes em qualquer lugar -- como na escada, no elevador, na parte elétrica, etc. É fundamental também que crianças de até 5 anos estejam constantemente acompanhadas de um adulto nas brincadeiras do playground. Na área da piscina, independente da idade, todas as crianças não podem ficar desacompanhadas em nenhum momento.
 
* Amilton Saraiva é especialista em condomínios da GS Terceirização.
 



comments powered by Disqus