CULTURA

Verba das oficinas culturais será gerida por empresa terceirizada


Os R$ 186 mil provenientes de um convênio celebrado entre a Secretaria de Cultura e Turismo de Sorocaba (Secultur) a e Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo para a retomada das oficinas culturais na cidade serão geridos por empresa terceirizada. Segundo a prefeitura, o montante deve ser obrigatoriamente empregado ainda neste ano e o processo licitatório para a contratação da empresa gestora das atividades deve ser aberto nos próximos dias.
 
O convênio foi assinado na última terça-feira (5), em São Paulo, pela Prefeita de Sorocaba, Jaqueline Coutinho e o secretário estadual da Cultura, José Luiz Penna. Os representantes do Executivo sorocabano negaram ter recebido o compromisso de renovação do convênio para oficinas culturais nos próximos anos. "Não houve esse compromisso, mas a Secultur continuará buscando novos convênios e formas de fomento à cultura sorocabana", informou a prefeitura, por meio de nota da Secretaria de Comunicação e Eventos (Secom).
 
O repasse de verbas para o município ocorre 10 meses após o governador Geraldo Alckmin (PSDB), alegando corte de gastos, ter fechado a Oficina Cultural Grande Otelo e outras oito oficinas culturais de cidades do interior e litoral paulista, que eram mantidas pelo estado e geridas por uma organização social especializada. Na ocasião, a Secretaria de Estado da Cultura negou o fechamento do programa e prometeu que as oficinas passariam a ser geridas diretamente pelas prefeituras, com recursos financeiros provenientes do governo estadual.
 
Os recursos do convênio precisam ser empenhados até 20 de dezembro deste ano, mas, segundo a Secultur, as oficinas terão o prazo de seis meses para a realização. De acordo com a pasta, as oficinas serão oferecidas de forma descentralizada, "em 10 equipamentos públicos diferentes", mas que ainda não foram divulgados.
 
De acordo com o plano de trabalho das oficinas culturais, elaborado pela equipe da Secultur durante o primeiro semestre, serão oferecidas um total de 2.460 vagas para oficinas de canto coral, artes circenses, DJ, dança afro, danças urbanas, fotografia, percussão 1 e percussão 2, teatro infantil e teatro para melhor idade.
 
O processo de inscrição das atividades, segundo a pasta, será divulgado apenas quando for encerrada a licitação. A empresa vencedora também ficará responsável pelo processo de contratação de oficineiros e arte-educadores. 

OCULTAR COMENTÁRIOS

comments powered by Disqus