CULTURA

Sepultado o corpo do professor de dança Ernesto Januário Filho


Foi sepultado na manhã deste domingo (13) o professor de dança de salão Ernesto Januário Filho, de 59 anos de idade. Ele sofreu um infarto no início da tarde de ontem, quando ajudava a decorar a sede central do Clube União Recreativo para um baile que ocorreria nesta noite de sábado. Tendo passado por outros clubes com sua aula de dança, a parceria com o Recreativo já durava 23 anos.

Ernesto, como era conhecido, foi um dos precursores do ensino da dança de salão na cidade. Numa entrevista concedida ao jornalista José Antônio Rosa, ele contou ter se tornado professor por sugestão daqueles que o viam dançar nos bailes da vida, se mantendo sempre atualizado em relação aos novos ritmos que surgiam. Segundo Pedro Silvestrini, presidente do Recreativo, "Ernesto era uma pessoa formidável, pronto para qualquer coisa". Ele disse ainda que Ernesto chegou a ser socorrido pelo SAMU até o hospital Evangélico, onde sofreu outro infarto, que o matou. Ele foi velado na Ossel Vila Assis, e sepultado às 10h no cemitério da Consolação sob aplausos de dezenas de alunos, que inclusive vestiam a camiseta alusiva ao curso de dança. Ele era casado mas não deixa filhos. 


OCULTAR COMENTÁRIOS
comments powered by Disqus